This article is also available in: Español

GAY BLOG BR by SCRUFF

O vereador Daniel Rabelo da Silva (39), de Curuça, no nordeste do Pará, foi preso por suspeita de estuprar uma adolescente de 15 anos. A detenção foi feita em um posto da Polícia Rodoviária Federal no último dia 23 de outubro. O político estava sob condicional, mas descumpria os horários acordados com a polícia.

Curiosamente, Daniel do Abade (como ele é mais conhecido) se envolveu em uma polêmica em 2019 ao fazer duras críticas a segunda edição da Parada LGBTQIA+ de Curuça, chamando o evento de “fim do mundo” e que “imoralidade deveria ficar entre quatro paredes”, “depravação”, “onde já se viu macho de fio dental” e dizendo que era um “problemas as crianças verem tudo aquilo”.

Foto: Catraca Livre

Com a repercussão negativa, o Instagram acabou apagando o post devido a massiva denúncia dos internautas. Em resposta, o vereador publicou um vídeo dizendo que tinha direito de manifestar sua opinião.

“É direito meu também” – disse na época Daniel, acusado de estuprar uma adolescente – “É um absurdo apagarem a postagem de uma pessoa que está ali se manifestando de forma passiva. Eu tenho muitos amigos vi@dos, mas que são vi@dos de verdade, não são vândalos que querem ‘aparecer'”. 

Casos de abuso são relativamente comuns no país e o Disque 100 recebe milhares de denúncias todos os anos, mas a estimativa é que os dados contabilizados não cheguem “nem perto” da realidade. As razões pelas quais as pessoas não falam incluem preconceito, vergonha ou até mesmo falta de informação sobre o assunto.

A organização “Childhood – pela proteção da infância” tem um site oficial que  orienta pessoas que sabem de casos de abusos sexuais a se posicionarem do modo correto, explicando o que é abuso, como identificar, como denunciar, e várias informações sobre o que a pessoa deve fazer para proteger a si mesmo ou aos outros.

“Proteger a infância e a juventude é responsabilidade de todos.” – diz a Childhood.

Com informações do Catraca Livre.

Vereador que considerou parada LGBTQIA+ como depravação é preso por estuprar menor de idade
Reprodução

Leia também: ABGLT defende gratuidade do SUS: “É no SUS que temos a política integral de saúde”

This article is also available in: Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".