A partir deste mês, em que se comemora o Dias dos Pais, os colaboradores da Vivo poderão usufruir de 30 dias de licença parental para curtirem seus filhos. A empresa faz questão de reforçar que o benefício inclui famílias formadas por casal gay, abrangendo também as mães não gestantes. A iniciativa faz parte do programa de diversidade da companhia e humaniza a tradicional licença paternidade.

- CURTA A PÁGINA DO FACEBOOK -

Ao longo do mês, a Vivo também promete que promoverá reflexões e discussões para os colaboradores sobre novos modelos de pais e relações familiares. A empresa contará com convidados externos e internos para realizar um webinar sobre a participação ativa dos pais na criação de seus filhos e como conciliar a paternidade e a carreira.

LICENÇA PARENTAL

Atualmente a licença paternidade é de 5 dias consecutivos a partir do nascimento do filho. No entanto, se a empresa estiver cadastrada no programa Empresa Cidadã, o prazo será estendido para 20 dias (cinco dias, prorrogáveis por mais 15 dias). É um direito garantido por lei.

Licença parental nas empresas: um caminho para a equidade de gênero

Google Notícias