GAY BLOG BR by SCRUFF

Este artigo também está disponível em: English Español

Zachary Quinto (43), o astro do filme Star Trek e que mais recentemente entrou no elenco de “The Boys in The Band”, na Netflix, contou ao Variety que decidiu sair do armário em 2011 devido ao número crescente de suicídios entre os adolescentes.

“Havia uma onda de suicídios de adolescentes [homossexuais] acontecendo. Apenas senti que tinha obrigação [de contar que era gay] naquele momento” – disse, complementando também que se sentiria hipócrita em não expor sua orientação sexual – “Senti que estava prejudicando ativamente um grupo de jovens que poderia se beneficiar com a escolha de se expor”. 

Ao comentar sobre sua participação de The Boys in The Band, ele diz que está ansioso para saber o que o público dirá sobre isso.

“Eu estava pensando sobre isso outro dia – como estou animado em poder compartilhar essa história com um público tão amplo. Encontrei tantas pessoas desde que fizemos a peça, virtualmente ou pessoalmente, que elas disseram: ‘Estou tão decepcionado por não ter conseguido ir para Nova York’ ou ‘Não pude ver na Broadway’. Poder levar essa história e amplificá-la ao redor do mundo agora é emocionante”. 

Zachary Quinto se revelou gay após saber que adolescentes homossexuais estavam se suicidando
Reprodução

Nos Estados Unidos, uma pesquisa realizada pela Universidade de Columbia em 2012 com 32 mil jovens anônimos com idades entre 13 e 17 anos também concluiu que os LGBTQIA+ possuem cinco vezes mais propensão a tentar o suicídio, porém, quanto mais receptivo for o meio social onde ele vive, menores são os números de suicídio.

Esse estudo reforça um outro publicado pela revista “Pediatrics” em 2011, que também mostrava uma proporção de ideação suicida maior entre os LGBTs, com o número de 21,5% contra 4,2% entre os héteros. A mesma pesquisa também mostrou que em ambientes hostis quanto à orientação sexual, o LGBT tinha um risco 20% maior de desistir da vida. Segundo o antropólogo Renan Antônio da Silva, em ambientes mais conservadores, o LGBT tende a esconder seus sentimentos por medo da reprovação ou violência, gerando sentimentos de frustração e a ideação suicida.

Já aqui no Brasil, o sociólogo Allan Darwich está realizando uma pesquisa que busca entender os fatores sociais que levam ao suicídio das minorias sexuais, especialmente entre os homens cis gays.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"