GAY BLOG BR by SCRUFF

O estado de Minas Gerais tem Edimar Ferreira (PDT) como um dos candidatos a deputado estadual. Abertamente gay, o advogado e professor tributário tem 27 anos e reside em duas cidades mineiras: Belo Horizonte e Viçosa. O jovem conversou com o Gay Blog BR para o especial “Eleições 2022“.

Edimar Ferreira, candidato a deputado estadual pelo PDT de Minas Gerais (Foto: Reprodução)

Sua decisão de disputa um cargo de deputado estadual se deu pela atual conjuntura política do país. “Não encontrei nenhum representante com cargo público, entendendo isto, eu estou me candidatando para representar a juventude na assembleia de Minas Gerais, reocupando o espaço público e mostrando novamente que o poder legislativo e do povo”, afirma Edimar.

Por ser um candidato LGBTQIA+ e com propostas voltadas a comunidade, ele diz que a exclusão no meio político é “enorme”. “Estamos em um governo abertamente homofóbico, com muitos ataques a todos os candidatos LGBTQIAP+. As dificuldades são infinitas, mas com força e união iremos enfrentar e conquistar essas eleições“, pontua o jovem.

“As minhas principais pautas são viradas para a juventude e comunidade LBGTQIAP+. […] Eu vejo nitidamente como pessoas trans evadem das escolas por falta de um treinamento adequado. Por isso, desejo criar políticas públicas onde todos os funcionários sejam treinados para saber lidar com pessoas trans”, pontua o candidato.

Edimar Ferreira (Foto: Reprodução)

GAY BLOG BR: Qual a sua formação e trajetória profissional? 

Edimar Ferreira: Eu sou advogado e professor especialista em Direito Tributário, recém formado em Direito, contudo levo desta pouca experiência muita bagagem.

GB: O que motivou a se candidatar?

Edimar: Acredito que pela atual conjuntura que estamos no país eu não encontrei nenhum representante com cargo público, entendendo isto, eu estou me candidatando para representar a juventude na assembleia de Minas Gerais, reocupando o espaço público e mostrando novamente que o poder legislativo e do povo.

GB: Quais os desafios enfrentados ao ser um candidato abertamente LGBTQ+?

Edimar: Por ter pautas voltadas ao meio LGBTQIAP, a exclusão dentro do meio político é enorme. Estamos em um governo abertamente homofóbico, com muitos ataques a todos os candidatos LGBTQIAP+. As dificuldades são infinitas, mas com força e união iremos enfrentar e conquistar essas eleições.

GB: Quais são as suas principais propostas? Há pautas exclusivamente para LGBTQ+?

Edimar: As minhas principais pautas são viradas para a juventude e comunidade LBGTQIAP+. Muitos jovens recém formados não conseguem exercer suas profissões após a formação, empresas não levam em consideração o estágio obrigatório como experiência profissional, eu irei criar políticas públicas aonde visam as empresas entrar em um programa de redução fiscal onde destinam uma porcentagem de vagas para as pessoas recém formadas.

Eu desejo no estado de Minas Gerais uma escola plural. Eu vejo nitidamente como pessoas trans evadem das escolas por falta de um treinamento adequado. Por isso, desejo criar políticas públicas onde todos os funcionários sejam treinados para saber lidar com pessoas trans, psicopedagogos para mostrar que as escolas são seguras para essas pessoas, criar um comitê onde iremos entender e estudar as demandas de políticas nas escolas e no estado de Minas Gerais.

GB: Quais medidas você acredita serem necessárias para combater a LGBTfobia?

Edimar: Nenhuma criança nasce LGBTfobica, racista, etc, com uma educação adequada, e incentivos de ensinamentos podemos combater os preconceitos de toda sociedade, e com lei mais severas de criminalização.

GB: O que você pensa sobre o uso e políticas da PrEP?

Edimar: Acredito que com acompanhamento adequado com médicos, infectologistas e etc, é uma medida eficaz para combater a disseminação do HIV. O investimento em pesquisas e desenvolvimento do PrEP é uma forma assídua de conquistarmos um programa efetivo para combatermos o vírus do HIV

GB: Como você avalia o governo de Bolsonaro?

Edimar: O aumento da corrupção no atual governo virou um show de horrores, viramos chacota frente a outros governos, Para não estender muito, eu avalio o atual governo como uma desgraça para o país, onde temos um genocida que não se importa com a vida das pessoas no poder.

GB: O que você diria para eleitores?

Edimar: Estamos em uma luta por direitos e deveres. Eu não quero mais Resistir, eu só quero Existir. Lutamos diariamente em um país homofóbico, que o chefe do executivo incentiva práticas de preconceito. Eu não quero pedir seu voto, eu quero pedir que vote e eleja pessoas LGBTQIAP+. Vamos criar um governo colorido com a nossa força de resistência e existência.

Confira a lista de candidaturas LGBTQIA+ de 2022 neste link.

Lista de candidatos LGBTQ+ nas eleições 2022 | Deputados, Senadores, Governadores




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)