GAY BLOG BR by SCRUFF

Nesta segunda-feira, dia 27 de setembro, mais três regiões da Polônia revogaram a declaração de “zonas livres de ideologia LGBT”, após pressões da União Europeia: Cracóvia, Rzeszow e Lublin. As informações são do Estado de Minas.

Os deputados da região de Rzeszow ressaltaram no novo texto que rejeitam “qualquer tentativa de ódio e discriminação por motivos de gênero, idade, raça, deficiência, origem étnica, religião, crenças ou orientação sexual”. Além disso, às três regiões também destacaram seu compromisso com a tolerância, o cristianismo e o papel tradicional da família na sociedade polonesa.

Semana passada, a primeira cidade polonesa a abolir a chamada “área livre de ideologia LGBT” foi Kielce, durante uma assembleia regional transmitida ao vivo pela internet. 25 conselheiros aprovaram a decisão de se retirar da declaração, ninguém se opôs e três conselheiros se abstiveram de votar.

Mais três regiões da Polônia desistem de ser "antiLGBT"
Reprodução

Áreas “antiLGBT”

Segundo informações divulgadas pela imprensa da própria Polônia, o país possui diversos municípios “antiLGBT“, sendo que estes visam banir a igualdade de direitos da comunidade.

Desde o início de 2019, foram registrados mais de 80 casos na Polônia em que os governos regionais se declararam “zonas livres de ideologia LGBT“. Essas não são juridicamente vinculativas, mas incitam as autoridades locais para que “se abstenham de qualquer ação que incentive a tolerância das pessoas LGBTI e que não forneçam assistência financeira a ONGs que trabalham por igualdade de direitos”.

As paradas do orgulho LGBT na Polônia já foram alvo de ataques violentos de militantes de extrema direita em algumas cidades.

O líder do PiS, Jaroslaw Kaczynski, já chegou a classificar o movimento LGBT como uma ameaça a identidade da nação e uma “importação estrangeira”.

Já o Parlamento Europeu sempre demonstrou preocupação com as zonas livres da ideologia LGBT da Polônia, dizendo em 2019 que há um “crescente número de ataques a lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e intersexuais na UE por estados, autoridades, governos nacionais e locais, além de políticos”.

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"