Três estudantes de medicina da Universidade da Pensilvânia estão se preparando para lançar um aplicativo de cuidados de saúde LGBTQ, o SpectrumScores, até o final de agosto.

GAY BLOG BR by SCRUFF
UPenn_Students
Os fundadores da SpectrumScores (LR): Naveen Jain, Phil Williams e Jun Jeon. Cortesia de Phil Williams

O aplicativo conectará pacientes lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e minorias sexuais com médicos que são reconhecidamente inclusivos com a causa LGBTQ por organizações de advocacia, centros médicos acadêmicos e, eventualmente, os próprios usuários do aplicativo.

Os fundadores do app SpectrumScores, Naveen Jain, Jun Jeon e Phil Williams, tiveram a  ideia durante uma competição na universidade, a PennHealthX, onde o objetivo era capacitar os estudantes para serem empreendedores focados em cuidados de saúde.

Antes do SpectrumScores, o trio considerou ideias que envolviam cuidados com a pressão arterial e acne. “Todos nós tivemos uma percepção mútua de que [essas idéias anteriores] não refletiam realmente o que realmente nos apaixonava”, disse Williams à NBC News.

Embora os três estudantes de medicina tenham sido capazes de assumir a liderança no aspecto de cuidados de saúde do aplicativo, como curar seu banco de dados de médicos amigáveis ​​com LGBTQ, eles precisaram de ajuda na tecnologia e no quesito comercial do desenvolvimento.

“Felizmente, para nós, meu irmão tem experiência em codificação muito extensa – e ele concordou em nos ajudar de boa fé”, disse Jeon. “Ele é responsável pelo desenvolvimento do back-end e nós terceirizamos um designer gráfico – amigo do meu irmão – para projetar todos os gráficos relevantes que são exibidos no front-end.”

Jain, Jeon e Williams esperam que seu aplicativo atenda uma necessidade importante para a comunidade. As pessoas LGBTQ são mais propensas a sofrer discriminação ao tentar acessar os cuidados de saúde, de acordo com um estudo dos Institutos Nacionais de Saúde.

No aplicativo, os usuários terão informações relacionadas à identidade de gênero exibidas ao lado do nome de usuário escolhido ao redigir críticas de médicos. A informação que será exibida ajudará outros usuários a determinar a escolha do profissional. Mas, embora a informação inclua itens como sua localização, orientação sexual e identidade de gênero, o aplicativo não pedirá aos usuários a identidade racial ou étnica.

A equipe SpectrumScores planeja se concentrar em cidades selecionadas para o lançamento inicial do aplicativo – como Filadélfia, Nova York e Chicago -, mas eles eventualmente planejam expandir o alcance do aplicativo em todo os EUA.


Com informações da NBC News

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.