GAY BLOG BR by SCRUFF

A influenciadora Luisa Marilac apresentou melhora significativa após ter sido internada às pressas, devido a complicações em suas próteses de silicone nos seios. No último dia 31 de agosto, ela deu entrada no Hospital San Gennaro, em São Paulo.

Já a última quarta-feira (14), o Dr. Thiago Marra, cirurgião responsável pelo caso, falou sobre o quadro clínico de Luisa. Em nota, ele alertou que a influenciadora corria o risco de sofrer uma infecção generalizada, caso a remoção da prótese não fosse feita de forma imediata.

Luisa Marilac e Thiago Marra (Foto: Reprodução/ Instagram)

A paciente passou por uma cirurgia nas mamas para retirada de silicone industrial, previamente inserido por outro profissional, e a inserção de uma prótese qualificada, buscando precaver futuros problemas de saúde causados pela substância antiga“, informa o comunicado.

Após três meses do procedimento a paciente teve extrusão de prótese de mama, quando abre os pontos e a prótese fica em contato com o ambiente, resultando em infecção do sítio cirúrgico. Sendo assim, no dia 1 de setembro pela manhã, foi necessário uma reabordagem em caráter de urgência em que a paciente realizou o explante mamário com lavagem do sítio cirúrgico e drenagem da infecção que estava presente“, diz outro trecho da nota.

De acordo com Marra, desde a última quarta-feira, todos os exames de Luisa estão normalizados e o sítio cirúrgico se encontra em bom aspecto. “A paciente também se encontra sem dreno, sem secreção purulenta nas mamas, e após estar se alimentando bem recebeu alta hospitalar“, acrescenta o médico.

Thiago Marra alerta sobre o perigo do silicone industrial (Foto: Reprodução/ Instagram)

Marra ainda alerta sobre o perigo desse tipo de silicone industrial, que somam mais de 400 mil vítimas no mundo. “Pode parecer uma alternativa mais em conta, mas os riscos associados a ele vão de deformações no contorno corporal até a morte. Esse tipo de silicone é nocivo à saúde. Ele não fica apenas no lugar onde é aplicado e se espalha pelo corpo, causando um quadro crônico de infecções“, comenta o especialista.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proíbe o uso do silicone industrial em procedimentos estéticos no corpo humano, já que o material utilizado tem como finalidade a limpeza de carros e peças de avião, impermeabilização de azulejos, vedação de vidros, entre outras utilidades.

O desvio de sua correta utilização, servindo como material para cirurgia plástica, por exemplo, é considerado crime e pode causar sérios riscos à saúde. Mesmo sabendo dos riscos, existem pacientes e ‘profissionais’ que fazem esse tipo de aplicação, contra a lei, que danifica muito o corpo podendo até levar o paciente a óbito“, explica Marra.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)