GAY BLOG BR by SCRUFF

A multiartista Bia Ferreira, de 29 anos, falou sobre sua sexualidade, como foi crescer em um lar cristão e sua relação com a religião em entrevista a revista Marie Claire, publicada nesta sexta-feira (21). Com sua arte ativista e corpo político, a mineira, dona da canção “Cota Não É Esmola”, tem se firmado no gênero musical que ela mesma criou, a MMP – Música de Mulher Preta.

Bia Ferreira (Foto: Reprodução)

À Marie Claire, Bia disse que desde muito cedo ela e seus cinco irmãos aprenderam a ler, escrever e tocar instrumentos para evangelizar. Aos 13 anos, compôs sua primeira música, “A Little Pray”. Na letra, a artista pedia a Deus para não ser sapatão.

Comecei a compor criança. Com 13 anos escrevi uma música pedindo para Deus para eu não ser sapatão. Ainda bem que Ele não me escutou. [risos] É uma música com uma melodia linda e escrita em inglês porque não queria que as pessoas entendessem, se chamava ‘A Little Pray’ [‘uma pequena oração’ em tradução livre]. Compunha como se fossem cartas para me declarar”, contou Bia.

Ser lésbica em um lar cristão, não foi nada fácil, de acordo com a artista. “Tinha 6 anos quando apanhei por tentar beijar uma menina. Quando estava no Ensino Médio, aos 13 anos, minha mãe veio com um papo de ‘sou sua amiga, pode confiar em mim’. Boba, trouxa, me abri e ela me fechou na porrada. A educação cristã é opressora e quem me acolheu foi a arte“, relembrou.

Ao entrar na faculdade, Bia percebeu que não era a única lésbica que não se sentia acolhida por sua família. Ela fez de sua arte e redes sociais instrumentos para combater discursos preconceituosos. “Criei um espaço onde as pessoas que são expulsas da igreja possam ser bem recebidas e que não sejam condenadas à morte”, explicou a artista, que soma mais de 250 mil seguidores em seu perfil no Instagram, o @igrejalesbiteriana.

Bia Ferreira (Foto: Daniel Teixeira)



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)