GAY BLOG BR by SCRUFF

A Casa Chama, organização não governamental (ONG) focada em pessoas trans, promove, de 31 de maio a 3 de junho, o “2º Chama Festival: TRANSversalidades”. Reunindo mais de 19 artistas mulheres trans e travestis, a segunda edição do evento traz vivências e possibilidades para fortalecer a existência de pessoas trans na sociedade.

Jup do Bairro, Monna Brutal, Marina Mathey e Brisa Flow estão entre as atrações confirmadas. A abertura será conduzida por Digg Franco e Matuzza Sankofa, fundadores e diretores da Casa Chama.

Jup do Bairro e Marina Mathey confirmadas na segunda edição do festival da Casa Chama
Jup do Bairro – Reprodução

O TRANSversalidades também contará com as apresentadoras Guilhermina Urze, Thata Lopes e Leona Jhovs, bate papos com a publicitária e diretora de arte Neon Cunha e com a psicanalista Waldorf, com Ana Giselle do coletivo Marcha e Mafalda, gestora cultural da Batekoo em temas como “CorpAs Trans na pandemia”, “Como fazer um Festival online” e “Processos Musicais”.

A programação conta também com oficinas imperdíveis de “Processo Criativo” e “Iniciação a discotecagem” ministrada pelo DJ Joseph Rodriguez, workshop “Vogue Performance” pela dançarina Zaila e performances artísticas com Pillas e XyrleY, TraveShow da atriz Yasmin Bispo e Casa de Candaces, pocket shows com as cantoras Verônica Valetinno, VENI e Albert Magno.

No dia, 03 de junho, a partir das 15h, o 2º Chama recebe a atriz e modelo Aretha Sadick em uma apresentação única, seguida de shows das cantoras Marina Mathey com a participação de VENI e Albert Magno, Fefa, Alice Guel, Naat Matt, Naísa Zaiiah, Mogly Saura, Brisa Flow com participação de MC Dellacroix, Maia, Mel, Jup do Bairro e Monna Brutal.

“O Chama Festival TransVersalidades é um grande momento de comemoração da Casa Chama. É o momento de deixar de lado os problemas da nossa população e celebrar a nossa potência e a nossa arte. Com este festival, a Casa Chama se firma como uma grande produtora de conteúdo e de cultura feitos por pessoas trans“, diz Digg Franco, Fundador e Presidente da Casa Chama.

“O Chama Festival TransVersalidades é um espaço que traz as corpas trans para o palco. A Casa Chama cria este festival no intuito de apresentar artistas que produzem de forma autônoma e independente. É um momento de festa, de leveza, de mostrar para a sociedade em forma de arte as nossas pautas, demandas e anseios, além da nossa força”, diz Matuzza Sankofa, Fundadora da Casa Chama.

A Casa Chama reTRANSmitiu a primeira edição do Chama Festival: TRANSversalidades de 2019, realizado também no Teatro Oficina, em março deste ano com conteúdo integral através do “Canal Casa Chama”, no Youtube.

INFORMAÇÕES

Datas: 31 de maio, 01, 02 e 03 de junho de 2021
Onde: Canal da CASA CHAMA no Youtube

Este Projeto foi realizado com apoio do 4º Edital de Apoio à Criação Artística – Linguagem Música – Secretaria Municipal de Cultura.

Sobre a CASA CHAMA

A Casa Chama é uma ONG de ações socioculturais com foco no grupo transvestigênere. fundada e coordenada por pessoas trans, a Casa Chama conta com o uso de ferramentas civis por meio de ações colaborativas de pessoas cis aliadas. O objetivo é crescer e criar mais suportes, compartilhar infraestrutura e gerar autonomia por meio do afeto, da dignidade e do direito. Como foco a distribuição de recursos e suportes para pessoas transexuais, a partir de um trabalho de conscientização da sociedade, a Casa visa impulsionar trans terem mais autonomia financeira e criativa, dando suporte nas áreas de cultura, saúde, jurídica e segurança, inclusão social e inserção no mercado de trabalho.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os LGBTs que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.