GAY BLOG BR by SCRUFF

A Casa Chama, organização não governamental (ONG) focada em pessoas trans, promove, de 31 de maio a 3 de junho, o “2º Chama Festival: TRANSversalidades”. Reunindo mais de 19 artistas mulheres trans e travestis, a segunda edição do evento traz vivências e possibilidades para fortalecer a existência de pessoas trans na sociedade.

Jup do Bairro, Monna Brutal, Marina Mathey e Brisa Flow estão entre as atrações confirmadas. A abertura será conduzida por Digg Franco e Matuzza Sankofa, fundadores e diretores da Casa Chama.

Jup do Bairro e Marina Mathey confirmadas na segunda edição do festival da Casa Chama
Jup do Bairro – Reprodução

O TRANSversalidades também contará com as apresentadoras Guilhermina Urze, Thata Lopes e Leona Jhovs, bate papos com a publicitária e diretora de arte Neon Cunha e com a psicanalista Waldorf, com Ana Giselle do coletivo Marcha e Mafalda, gestora cultural da Batekoo em temas como “CorpAs Trans na pandemia”, “Como fazer um Festival online” e “Processos Musicais”.

A programação conta também com oficinas imperdíveis de “Processo Criativo” e “Iniciação a discotecagem” ministrada pelo DJ Joseph Rodriguez, workshop “Vogue Performance” pela dançarina Zaila e performances artísticas com Pillas e XyrleY, TraveShow da atriz Yasmin Bispo e Casa de Candaces, pocket shows com as cantoras Verônica Valetinno, VENI e Albert Magno.

No dia, 03 de junho, a partir das 15h, o 2º Chama recebe a atriz e modelo Aretha Sadick em uma apresentação única, seguida de shows das cantoras Marina Mathey com a participação de VENI e Albert Magno, Fefa, Alice Guel, Naat Matt, Naísa Zaiiah, Mogly Saura, Brisa Flow com participação de MC Dellacroix, Maia, Mel, Jup do Bairro e Monna Brutal.

“O Chama Festival TransVersalidades é um grande momento de comemoração da Casa Chama. É o momento de deixar de lado os problemas da nossa população e celebrar a nossa potência e a nossa arte. Com este festival, a Casa Chama se firma como uma grande produtora de conteúdo e de cultura feitos por pessoas trans“, diz Digg Franco, Fundador e Presidente da Casa Chama.

“O Chama Festival TransVersalidades é um espaço que traz as corpas trans para o palco. A Casa Chama cria este festival no intuito de apresentar artistas que produzem de forma autônoma e independente. É um momento de festa, de leveza, de mostrar para a sociedade em forma de arte as nossas pautas, demandas e anseios, além da nossa força”, diz Matuzza Sankofa, Fundadora da Casa Chama.

A Casa Chama reTRANSmitiu a primeira edição do Chama Festival: TRANSversalidades de 2019, realizado também no Teatro Oficina, em março deste ano com conteúdo integral através do “Canal Casa Chama”, no Youtube.

INFORMAÇÕES

Datas: 31 de maio, 01, 02 e 03 de junho de 2021
Onde: Canal da CASA CHAMA no Youtube

Este Projeto foi realizado com apoio do 4º Edital de Apoio à Criação Artística – Linguagem Música – Secretaria Municipal de Cultura.

Sobre a CASA CHAMA

A Casa Chama é uma ONG de ações socioculturais com foco no grupo transvestigênere. fundada e coordenada por pessoas trans, a Casa Chama conta com o uso de ferramentas civis por meio de ações colaborativas de pessoas cis aliadas. O objetivo é crescer e criar mais suportes, compartilhar infraestrutura e gerar autonomia por meio do afeto, da dignidade e do direito. Como foco a distribuição de recursos e suportes para pessoas transexuais, a partir de um trabalho de conscientização da sociedade, a Casa visa impulsionar trans terem mais autonomia financeira e criativa, dando suporte nas áreas de cultura, saúde, jurídica e segurança, inclusão social e inserção no mercado de trabalho.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.