Criminalização da LGBTfobia faz um ano, mas especialistas afirmam que as delegacias não estão preparadas

A pessoa condenada pelo crime de LGBTfobia pode pegar até três anos de prisão, além de ser inafiançável e imprescritível.