GAY BLOG BR by SCRUFF

Vadim Romanov nasceu na Rússia quando essa ainda era chamada de União Soviética, mais especificamente na região metropolitana de Moscou. Engenheiro de formação, ele também é cabeleireiro. Mas é como ator pornô e militante contra o regime russo que o rapaz tem ganhado atenção nos últimos tempos – recentemente, Vadim também revelou nas redes sociais que vive com HIV, mais uma das bandeiras que ele tem levantado com a exposição do pornô. Por essas e outras, a coluna Inside Porn foi atrás dele para essa conversa exclusiva.

Vadim Romanov
Vadim Romanov – Reprodução/Instagram

Como foi seu início na indústria pornô?

Acidentalmente. Nunca pensei em me tornar um ator pornô antes, embora isso sempre tenha despertado meu interesse. Mas no final do verão – início do outono de 2016, o Tim Kruger me viu em ação, ou seja, viu como eu transava e me ofereceu para estar em um filme produzido pela TimTales. Não respondi imediatamente a esse convite. Demorou algumas semanas para tomar uma decisão final. A sociedade ainda trata esse trabalho de forma ambígua, especialmente a sociedade russa (e isso ainda é assim com quase todos os meus conhecidos, parentes, colegas).

E após a decisão de finalmente filmar, a repercussão foi positiva?

Para ser honesto, eu não tinha nenhuma expectativa ou fantasia sobre esse assunto quando comecei. Trabalhar com pornografia era uma ocupação completamente nova para mim e eu, como uma pessoa realista e pragmática, não fiz nenhuma suposição sobre o que ia acontecer a seguir e o que não ia acontecer. No entanto, ainda não esperava que o público reagisse de forma tão positiva ao vídeo com a minha participação. Isso é muito bom e estou muito grato ao público pelo interesse e apoio.

Como é trabalhar com o Tim Kruger?

Os caras do TimTales são ótimos. Quer dizer, eles são amigáveis, simpáticos e atenciosos. É bom trabalhar com eles. Para mim, eles se tornaram em certa medida pessoas íntimas, amigos íntimos. No momento não sou um ator exclusivo da TimTales, embora tenha recebido essa oferta logo após o lançamento do primeiro filme. Ainda estou pensando nisso. Para ser sincero, gostaria muito de estar nos filmes de outros estúdios também, pois cada um tem o seu formato, o seu estilo. Mas definitivamente quero continuar a trabalhar com TimTales.

Vadim Romanov - Reprodução/Instagram
Vadim Romanov – Reprodução/Instagram

O que passa na sua cabeça durante a gravação de uma cena?

Durante as filmagens, procuro desligar minha cabeça e me entregar 100% aos sentimentos e desejos, como acontece durante o sexo na vida cotidiana. O espectador de pornografia quer assistir sexo de verdade, é claro. E tento dar isso a quem me assiste. Todos os meus parceiros acabaram sendo caras excelentes e de dar água na boca / gostosos, então eu sempre desfruto do processo de filmagem.

Quão longe você acha que dá pra ir como ator pornô?

Acho que trabalhar na indústria pornográfica é uma atividade muito interessante e positiva. Não sei o quão longe e produtivo serei capaz de avançar nessa direção, mas gostaria de ser o mais produtivo possível nessa área. Tudo, é claro, será determinado pela sorte, propostas de negócios, minhas habilidades e interesse do meu público. Espero que tudo funcione bem para mim. Quanto mais distante eu for, melhor.

Vadim Romanov – Reprodução/Instagram

Como que o pornô se alia com suas bandeiras?

Infelizmente, meu trabalho com pornografia no momento pode prejudicar a observância dos direitos das pessoas na Rússia. As atuais autoridades e o regime russo suprimem qualquer liberdade e direitos (não apenas em relação aos LGBTQIA+) e é difícil resistir a isso, como era para Hitler na Alemanha há 80 anos. Nos últimos anos, oponho-me ao regime de Putin. E quando morava na Rússia, participava ativamente em comícios, piquetes, controle de eleições, etc. Agora a mídia russa pode usar meu trabalho na indústria pornográfica para continuar desacreditando a oposição. Isso, na verdade, meio que me preocupa.

Recentemente você tornou pública sua sorologia para o HIV…

Felizmente, nunca tive problemas com isso. Bareback em pornografia é bastante compreensível. Parece mais interessante e natural. Além disso, a maioria das pessoas está envolvida em sexo protegido, embora na verdade também gostariam de praticar sexo sem camisinha na ausência de riscos, então a pornografia sem camisinha torna-se para elas uma das poucas oportunidades de “fazer esse tipo de sexo”. Lido com naturalidade o assunto.

Vadim Romanov - Reprodução/Instagram
Vadim Romanov – Reprodução/Instagram

Já trabalhou com brasileiros, né? Como foi?

Sim, eu já tive um parceiro brasileiro antes, o Jonathan Miranda. O filme se chama “Barebacked in the sky”. Foi em um cenário paradisíaco, vista deslumbrante do hotel e o ator foi excelente, como não poderia deixar de ser. O Jonathan é muito sexy, com um belo corpo atlético. Quando se trata de sexo com ele durante as filmagens, eu realmente tive um grande prazer.

Dá mais prazer fazer cenas bareback?

Claro. Eu sinto uma sensação completamente diferente, mais vívida, quando não há preservativo envolvido. É uma coisa física e também mental.

Vadim Romanov - Reprodução/Instagram
Vadim Romanov – Reprodução/Instagram

Seus filmes são bem intensos.

Eu gosto de dominar e deixar os parceiros em um estado onde eles não podem mais continuar. Porém, não me permito violência por uma pessoa, então depois de um sexo agressivo mudo para uma pessoa completamente diferente, que é um sexo mais romântico, suave, de forma que possamos relaxar e desfrutar de outras sensações.

É assim também na vida pessoal?

Sou uma pessoa muito ativa na vida, mas não preciso dominar a não ser quando estou fazendo sexo. Talvez isso aconteça às vezes, mas em geral não é peculiar para mim. Quanto a relacionamentos, aqui para mim a paridade de forças entre os parceiros é muito importante; todos devem estar em igualdade de condições.

Vadim Romanov – Reprodução/Instagram

Como foi a descoberta da sexualidade?

A minha primeira relação sexual foi aos 19 anos e foi nessa altura que iniciei o meu primeiro relacionamento, que durou 12 anos. A percepção de que outros caras estão muito interessados ​​no meu pau veio a mim muito mais tarde e passou despercebida na maior parte do tempo.

Está muito em alta o “cruzamento de fronteiras” na indústria pornô ultimamente. Você faria uma cena hétero?

Eu sou gay e nunca me interessei por pornografia hétero, assim como sexo hétero. Isso absolutamente não é para mim.

O que é pra você, então?

Sexo e tudo relacionado a ele. Ou quase tudo. Isso ocupa agora uma parte significativa da minha vida. Mas houve períodos em que excluí completamente o sexo para me concentrar em resolver alguns objetivos importantes para mim. O sexo me dá muita energia, mas às vezes tira o tempo necessário. Portanto, em cada momento da minha vida, tento encontrar um equilíbrio entre o sexo e todo o resto.

Vadim Romanov – Reprodução/Instagram

Como é o Vadim fora do pornô?

Um cara tranquilo. Sou bem padrão: trabalho, estudo por minha conta, pratico esportes, etc. Gosto de estar com os amigos, mas nem sempre dá certo. Infelizmente, a Internet tira muito do nosso tempo. E eu gosto de dormir de 6 a 7 horas por noite, o que é suficiente para mim, mas certamente deve ser à noite. Portanto, raramente vou a boates, festas, etc.

E ainda atua como engenheiro?

Sou integrador de sistemas de engenharia (indústria de TI) por formação e trabalho como programador há quase 20 anos. Também tenho uma segunda profissão, obtida há 8 anos – que é cabeleireiro. Por um tempo, também me dediquei ao design de interiores. Nos últimos anos, na Rússia, como disse antes, fui um ativista social e de oposição. Como você pode ver, sou uma pessoa bastante incomum e versátil.

Você também é acompanhante de luxo?

Sim, também me dedico a esse ofício. Se os rapazes querem sexo comigo, se querem sexo de qualidade e quando posso claramente dar-lhes o que querem, porque não? O sexo também pode ser uma mercadoria, como um corte de cabelo no cabeleireiro. Sempre foi assim e, tenho certeza, continuarei oferecendo esse serviço.

Vadim Romanov – Reprodução/Instagram

É versátil também na hora do sexo?

Não estou pronto para esse papel, então nunca pensei sobre qual dos melhores desempenhos eu gostaria de trabalhar se estivesse em um papel passivo. Mas sempre mantenho uma pequena lista de atores na minha cabeça que quero contracenar, mas sendo eu mesmo.

Qual seu sonho hoje?

Já disse que tenho várias profissões, mas tenho um sonho – ser também ator dramático. Talvez a pornografia seja o primeiro passo nessa direção? Não sei. Às vezes me faço essa pergunta. Afinal tudo na vida não acontece por acaso, quem sabe?

Para acompanhar Vadim Romanov no Twitter: @VadimRomanovXXX

Vadim Romanov - Reprodução/Instagram
Vadim Romanov – Reprodução/Instagram

Join our community of 15+ million guys

Find guys looking for the same thing with SCRUFF Match. Volunteer to be a SCRUFF Venture Ambassador to help out guys visiting your home city. Search an up-to-date agenda of the top parties, prides, festivals and events. Upgrade your game with SCRUFF Pro and unlock 30+ advanced features. Download SCRUFF here.