GAY BLOG BR by SCRUFF

De descendência italiana, o ator (e também cantor) Sal Mineo se tornou conhecido como um dos primeiros atores a sair do armário, revelando publicamente que era bissexual nos anos 1960. Nascido em 1939, em Nova York, ele começou a carreira ainda muito cedo incentivado pelos pais.

foto
Sal Mineo – credito Newscom

O sucesso estrondoso do ator veio em “Juventude Transviada”, protagonizado pelo astro James Dean. No filme, ele interpretou um jovem problemático e sua performance atraiu elogios da crítica. Mineo recebeu uma indicação ao Oscar de melhor ator coadjuvante pelo trabalho.

foto
Sal Mineo – crédito: GettyImage

Jovem, bonito e famoso, ele recebia milhares de cartas de garotas apaixonadas, além do assédio em aparições públicas. Em 1957, também investiu na música e gravou um álbum em que duas canções alcançaram o Top 40 da Billboard Hot 100. Mineo recebeu o disco de ouro por vender mais de um milhão de cópias.

foto
Sal Mineo – crédito: reprodução

A carreira progredia a passos largos e, em 1960, ele atuou em “Exodus”, interpretando um emigrante judeu. Pelo desempenho, ganhou o Globo de Ouro de melhor ator coadjuvante e uma segunda indicação ao Oscar na mesma categoria. Com o passar do tempo, a imagem de jovem rebelde já não convencia mais em função da idade, os trabalhos foram se tornando mais escassos e havia rumores que a sua orientação sexual também tenha colaborado para essa escassez de papéis.

foto
Sal Mineo – crédito: reprodução

Ainda na década de 1960, ele se relacionou com a atriz Jill Haworth, que também atuou no filme “Exodus”. Eles chegaram a ficar noivos, mas a relação não foi adiante após ela flagrá-lo fazendo sexo com um homem – mesmo assim, foram amigos até a morte do galã.

foto
Sal Mineo – crédito: reprodução
foto
Sal Mineo – crédito: reprodução

Em uma noite de 12 de fevereiro de 1976, Mineo estava chegando em sua casa em West Hollywood quando foi abordado por um assaltante que desferiu uma única facada no coração, vindo a óbito em seguida. Alguns sites chegaram a publicar que o criminoso era um garoto de programa, mas essa informação foi contestada logo depois, sendo divulgado como uma tentativa de assalto que resultou no assassinato do ator.

foto
cena do crime – crédito: reprodução

Três anos depois, o suposto assassino foi preso pela polícia, embora ele tenha declarado jamais ter visto Mineo. Na ocasião, testemunhas disseram que o acusado era branco, enquanto o rapaz preso pela polícia era negro.

foto
Sal Mineo – crédito: reprodução

A título de curiosidade, durante uma entrevista para o jornal Folha de São Paulo, em 2006, o ator brasileiro David Cardoso comentou que esteve na casa de Mineo, nos Estados Unidos, para adquirir os direitos de uma peça teatral. Na ocasião, ele notou que o galã de Hollywood mantinha, na cabeceira da cama, um busto em tamanho real do ator James Dean: “Achei muita obsessão”, teria dito Cardoso ao jornal.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.