Primeiro filme com personagens gays foi feito em 1919

"Anders als die Andern" (em português, "Diferente dos Outros") é o primeiro filme com personagens gays de que se tem notícia.

Em 1919 foi produzido o primeiro filme que se tem notícia com personagens gays. “Anders als die Andern” (em português, “Diferente dos Outros”) é um filme alemão sobre o relacionamento de um professor violinista e seu aluno. Do gênero drama, foi realizado e escrito por Richard Oswald e Magnus Hirschfeld e protagonizado por Conrad Veidt e Reinhold Schünzel. Estreou na Alemanha em 28 de maio de 1919.

Conrad Veidt e Reinhold Schünzel

O enredo gira em torno do personagem Paul Körner, o violinista, que é abordado pelo jovem Kurt, que pede para seja seu professor. Ele aceita e então a relação se desenvolve. A família não entende o relacionamento de Paul, então ele leva os pais a um médico que explica que não têm nada com que se preocupar, pois a homossexualidade não é doença, é apenas uma variação normal da sexualidade humana. O filme continua problematizando o suicídio entre os homens gays, a pressão para ser hétero e chantagens usadas contra os personagens.

Isso foi 50 anos antes do episódio de Stonewall. Essas idéias foram revolucionárias, mesmo durante a breve liberalização social que a Alemanha experimentou na década anterior à Grande Depressão.

Magnus Hirschfeld, um médico e sexologista judeu que ficou famoso nos anos 20 por ser um dos primeiros ativistas dos direitos dos homossexuais (e por ter fundado uma das primeiras organizações gays do mundo), além de ajudar a produzir o filme interpreta o personagem de médico. Magnus dedicou a vida a defender os direitos dos homossexuais na Alemanha e acreditava que mais educação e compreensão científica poderiam ajudar a sociedade a aceitar os gays.

O “Anders als die Andern” foi produzido com a ajuda do Instituto de Pesquisa Sexual de Hirschfeld e foram produzidas apenas 40 cópias. O Instituto de Pesquisa Sexual foi invadido e fechado quando os nazistas chegaram ao poder em 1933, e Hirschfeld passou os últimos anos de sua vida na França tentando continuar seu trabalho antes de morrer de um ataque cardíaco em 1935.

O filme completo está abaixo:

Elenco:
Conrad Veidt como Paul Körner
Fritz Schulz como Kurt Sivers
Reinhold Schünzel como Franz Bollek
Leo Connard como pai de Paul
Ilse von Tasso-Lind como irmã de Paul
Ernst Pittschau como cunhado
Alexandra Wiellegh como mãe de Paul
Wilhelm Diegelmann como pai de Kurt
Clementine Plessner como mãe de Kurt
Anita Berber como Else
Helga Molander como senhora Hellborn
Magnus Hirschfeld como médico

Com informações do LGBTQ Nation