GAY BLOG BR by SCRUFF

Ex-goleiro do Real Madrid e da seleção da Espanha, Iker Casillas afirmou em seu perfil no Twitter, no último domingo (9), que é gay. A manifestação do ex-atleta chamou atenção do mundo dos esportes. No entanto, cerca de uma hora depois, ele apagou a publicação e afirmou que havia sido vítima de hackers.

Iker Casillas (Foto: AFP)

Espero que me respeitem: sou gay“, dizia a mensagem no perfil do Twitter do capitão da conquista espanhola da Copa do Mundo de 2010. Após o tweet ser apagado, Casillas esclareceu a situação em outra publicação: “Conta hackeada. Por sorte está tudo bem. Desculpas a todos os meus seguidores. E mais desculpas à comunidade LGBT“.

Antes do tweet ser apagado, Carles Puyol, ex-zagueiro do Barcelona e que jogou com Casillas na seleção espanhola, comentou a publicação no perfil do ex-goleiro. “É hora de contar nossa história, Iker“, respondeu Puyol em post também já deletado.

A resposta do ex-zaqueiro repercutiu de forma negativa. Ele pediu desculpas pela brincadeira e assumiu o erro. “Me equivoquei. Desculpe por uma brincadeira boba sem má intenção e totalmente fora do lugar. Entendo que posso ter si do insensível. Todo o meu respeito e apoio à comunidade LGBTQIA+“, escreveu Puyol em seu perfil no Twitter

Segundo a imprensa espanhola, a publicação de Casillas foi uma tentativa de ironizar os rumores sobre sua vida amorosa. O nome ex-goleiro tem sido veiculado nos último meses, como possível affair de famosas como a atriz Melyssa Pinto e a cantora Shakira.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)