Noronhe-se: conheça o paraíso brasileiro | Fernando de Noronha

Como diria Américo Vespúcio: “Um paraíso!” O navegador italiano se encantou de cara com toda a beleza que Fernando de Noronha tinha a oferecer. Se hoje ainda nos encanta, imagina por volta de 1502, que somente a natureza reinava nessa terra. Apesar de levar esse título, por cerca de 200 anos muitos não queriam realizar essa viagem para Noronha. Por estar em uma bela distância da cidade mais próxima, a ilha já foi uma prisão.

Noronhe-se Fernando de Noronha
Morro Dois Irmãos. Foto: divulgação/Hurb

Para chegar no paraíso é preciso um pouco de planejamento, é um dos destinos nacionais mais caros, talvez você gaste até menos em uma viagem internacional. Contudo, não terá a visão desse verdadeiro paraíso. Mas nada que um bom plano de custos não ajude, a chave para essa viagem é planejamento. Conheça um pouco mais sobre Fernando de Noronha, quando viajar, o que fazer e até sobre as taxas obrigatórias.

Foto: divulgação/Hurb

Quando viajar

Por fazer parte do estado pernambucano, o arquipélago tem as temperaturas elevadas durante todo o ano, até mesmo na estação do inverno. Quando se planeja essa viagem, o que você tem que levar em consideração são as condições do mar. De outubro a março, o mar está mais bravo, com condições melhores para os surfistas, já de abril a setembro, é época do mar calmo. Noronha, com toda certeza é destino de praia, independe da época, você irá poder aproveitar o paraíso. Outra questão sobre o tempo que é bom se atentar, é que de agosto a fevereiro é a estação da seca, já a estação de chuvas, começa de março a julho.

Foto: divulgação/Hurb

Taxas

A preservação de Noronha é muito importante, por isso existe a necessidade de pagar a taxa de preservação ambiental (TPA), visto que você estará entrando em uma área de proteção ambiental. Visando preservar e realizar a manutenção desse destino e proporcionar aos seus visitantes o melhor do ecoturismo. A taxa em 2019 está no valor de 73,52 por dia. Podendo ser paga antes da viagem ou ao desembarcar em Noronha. É importante guardar o recibo do pagamento da taxa, pois será requerido no check in do seu voo de volta. E caso tenha passado algum dia a mais do que o já pago, antes de embarcar, será necessário o pagamento de uma multa e da taxa.

Foto: divulgação/Hurb

O que fazer

É impossível chegar nesse paraíso e não conhecer o Projeto Tamar da região, que durante a noite tem atividades abertas ao público para conhecer e observar a desova das tartarugas. Na Vila dos Remédios você irá encontrar o centro da ilha, com restaurantes, lojas e onde você deve ir se quiser curtir a vida noturna da cidade. Tem muitos passeios em Fernando de Noronha, você terá muitas opções de trilhas, poderá também conhecer o Mirante do Boldró, fazer a Ilhatour e conhecer o famoso Morro dos 2 Irmãos. O passeio queridinho dos viajantes é o de barco, para se maravilhar com as nuances do mar e quem sabe ver os golfinhos.

Morro Dois Irmãos. Foto: divulgação/Hurb

Praias

Considerado um destino romântico, o que não falta em Fernando de Noronha são praias para você curtir essa viagem a dois. Rodeada pelo Oceano Atlântico, faltarão dias para você conhecer o tanto de praias que existe espalhada no arquipélago.  Uma das poucas com comércio por perto, você irá encontrar algumas mesinhas e guarda-sóis para os visitantes da Praia do Cachorro, que é uma praia pequena e com piscinas naturais durante a maré baixa. Fernando de Noronha já teve mais de uma praia no ranking de praias mais bonitas e paradisíacas do mundo, Baía do Sancho e Baía dos Porcos são exemplo disso. Mas você precisa também conhecer a Baía dos Golfinhos, Praia do Meio, Praia do Porto e muito mais.

Agora só resta escolher qual hotel em Fernando de Noronha você deseja ficar. Esse é um destino para você fazer uma viagem com amigos, família, a dois e até sozinho. E para ajudar no planejamento, com o Hurb Cash você economiza dinheiro em créditos para viajar. Você pode utilizar os créditos acumulados em qualquer produto do Hurb.

O Hurb valoriza o que é importante: você! ♥ Confira e conheça nossos destinos exóticos!

[Texto escrito por Verônica Guerra, redatora do Hurb]

1 COMENTÁRIO