GAY BLOG BR by SCRUFF

Alter-ego do  ator e cantor Harris Glenn Milstead (1945-1988), a drag queen Divine se tornou ícone do cinema underground norte-americano. Atuou em mais ou menos vinte filmes entre os anos de 1960 e 1980, sendo símbolo da contracultura americana. A drag fez carreira na música e serviu até de inspiração para a vilã de “A Pequena Sereia” da Disney.

foto
Divine – crédito: reprodução

Nascido em uma família conservadora de classe média alta de Baltimore, nos Estados Unidos, Harris teve uma infância difícil, sofrendo bullying por ser afeminado. Aos 16 anos, se inspirando na figura de Elizabeth Taylor, começou a se montar de drag.

Desde então, participou de concursos de drags, mas logo desistiu por achá-los “sérios demais” para seu estilo escrachado. Nesse contexto que surgiu a sua personagem, Divine, uma espécie de “caricatura das drags” devido às roupas apertadas, maquiagem pesada e linguajar vulgar.

foto
Divine – crédito: reprodução

Divine virou musa do cineasta cult John Waters, estrelando vários de seus filmes que, mesmo com poucos recursos, esbanjam criatividade. A drag conquistou admiradores do meio underground e acabou se mudando para São Francisco, se apresentando em espetáculos repletos de humor e originalidade. Divine influenciou a arte drag no mundo,  incluindo no Brasil, como a drag Laura de Vison.

foto
Divine – crédito: reprodução

O longa Pink Flamingos (1972) marcaria o nome da famosa drag e do diretor Waters no cinema americano. No filme, ela interpreta uma mulher que se define como a pessoa “mais suja do mundo” e precisa provar que é merecedora do título, com cenas absurdas e grotescas que só atiçaram a curiosidade dos espectadores em assistir o filme na época.

foto
Divine – crédito: reprodução

Com o sucesso da obra, ela embarcou em peças teatrais em Nova York e Londres. No início dos anos 1980, investiu na carreira musical se aproveitando da fama, conquistando sucesso com singles tocados nos Estados Unidos e Europa, além de realizar turnês e participações em programas de televisão.

Harris era um homem gay e não transexual, como muita gente na época imaginava. Sem seu vestuário, ele era tímido, completamente diferente da Divine. A aclamação da crítica e público veio em 1988 com o longa HairSpray, dirigido pelo Waters. O filme fez um tremendo sucesso, surpreendendo seus realizadores, resultando em musicais na Broadway, peças teatrais e uma refilmagem em 2007 com John Travolta.

Harris Glenn Milstead
Harris Glenn Milstead – Reprodução

Um dia antes de participar da série de comédia Casados com os Filhos, Divine faleceu de parada cardíaca enquanto dormia em um hotel em Los Angeles, aos 42 anos.

Desde sua morte, Divine manteve-se uma figura de cultuada, especialmente dentro da comunidade LGBT. Vários livros e documentários dedicados à sua vida também foram produzidos, incluindo “Divine Trash” (1998) e “I Am Divine” (2013).

Divine - crédito: reprodução
Divine – crédito: reprodução

Site oficial: divineofficial.com

Join our community of 15+ million guys

Find guys looking for the same thing with SCRUFF Match. Volunteer to be a SCRUFF Venture Ambassador to help out guys visiting your home city. Search an up-to-date agenda of the top parties, prides, festivals and events. Upgrade your game with SCRUFF Pro and unlock 30+ advanced features. Download SCRUFF here.