Fotógrafo catarinense retrata a sensualidade de uma pessoa com deficiência

Para o site Foto de Homem, Henrique, que vive com escoliose, se despe de todos os seus medos em um ensaio de nu frontal

COLUNISTA

Jornalista pós-graduado em Fotografia 📷 Fotógrafo do www.fotodehomem.com

Quando você pensa em um site de nu masculino, provavelmente lhe vem à mente uma beleza comum a esse tipo de publicação: corpos sarados e esculpidos em academia. Mas se te perguntassem se uma pessoa com deficiência teria espaço num site assim, o que lhe passaria pela cabeça?

Pois foi o que aconteceu semanas atrás no site Foto de Homem. O fotógrafo catarinense Eberson Theodoro, 36, publicou um ensaio de nu frontal com o seu amigo Henrique Mota, 30, feito em São Paulo.

Henrique - Foto: Eberson Theodoro
Henrique – Foto: Eberson Theodoro
Henrique - Foto: Eberson Theodoro
Henrique – Foto: Eberson Theodoro

Para o fotógrafo, ter um ensaio com PCD (pessoa com deficiência) foi a realização de um grande desejo. “Fotografar uma pessoa dentro de um padrão de beleza não é necessariamente difícil, pois antes de ser fotógrafo eu sou um ser humano, que também cresceu recebendo esse tipo de influência da sociedade. O desafio ocorre de verdade quando você tem diante de sua lente alguém fora desse padrão e consegue mostrar que todos têm a sua beleza”, explica Eberson. Segundo ele, foi o que aconteceu com Henrique. “Eu simplesmente amei o resultado das fotos, provei pra mim mesmo que há beleza mesmo onde as pessoas estão habituadas a enxergarem apenas uma deficiência”, pondera.

Henrique – Foto: Eberson Theodoro
Henrique – Foto: Eberson Theodoro
Henrique – Foto: Eberson Theodoro
Henrique – Foto: Eberson Theodoro

Um incidente que mudou sua vida

Henrique demorou a descobrir, mas ele era portador de neurofibromatose e a escoliose é uma das causas desta doença, que é rara. E foi aos sete anos, numa batida de carrinho de choque em um parque de diversões que sua coluna entortou de uma maneira irreversível.

Sua infância desde então foi traumatizante, sendo alvo de bullying constantemente na escola. Na adolescência, fase em que todos nós somos acometidos por crises de insegurança com o próprio corpo, para ele, esse quadro foi certamente bem mais intenso. “Me trancavam no banheiro e me batiam, cortavam meu cabelo, rasgavam todos os meus livros e cadernos, me jogavam na lata do lixo”, relembra.

Henrique – Foto: Eberson Theodoro
Henrique – Foto: Eberson Theodoro
Henrique – Foto: Eberson Theodoro
Fotógrafo catarinense retrata a sensualidade de uma pessoa com deficiência
Henrique – Foto: Eberson Theodoro

Ser gay e deficiente

E ainda nesta fase, com os hormônios a mil e os primeiros amores, Henrique se sentia impotente diante de tudo. “A fase que nunca tive um beijo sequer, enquanto via todos os meus colegas tendo seus primeiros amores! É como se eu não tivesse direito de me interessar por alguém e ser correspondido”, lamenta ele.

A saída foi se defender sozinho. Se apanhava, aprendia a bater. Se lhe xingassem, aprendia a xingar também. Toda essa série de violências foi minando suas forças, ao ponto de querer desistir de tudo, inclusive da própria vida.

Passados dez anos, com a morte da mãe, Henrique foi morar em uma república em São Paulo. Começou a conhecer a noite paulistana e, mesmo sabendo dos ataques que poderia receber por sua aparência, conseguiu se soltar, fazer amigos e até ficar famoso nas baladas que frequentava.

No escuro das madrugadas, Henrique relembra que ficava com o primeiro que aparecesse e lhe desse bola. “Não podia escolher, pois sabia que pra mim seria quase impossível despertar atração em alguém”.

Seu sonho é tornar-se fotógrafo e retratar outras pessoas com deficiência. Por que? Pelo simples fato de que, sentindo na pele o preconceito, ele sabe que dar a oportunidade para outras pessoas se amarem e se aceitarem como são é uma questão de sobrevivência.

Henrique – Foto: Eberson Theodoro
Fotógrafo catarinense retrata a sensualidade de uma pessoa com deficiência
Henrique – Foto: Eberson Theodoro

Convido vocês a verem todas as fotos com um olhar acolhedor. Desta forma, conseguirão encontrar beleza em corpos que não estamos acostumados a enxergar, sobretudo neste site. 
Abraços a todos!!!

Texto e fotos: Eberson Theodoro

Site: www.fotodehomem.com/henrique
Instagram: www.instagram.com/fotodehomem1
Twitter: www.twitter.com/fotodehomem




Eberson Theodoro
Eberson Theodorohttps://fotodehomem.com/
Jornalista pós-graduado em Fotografia 📷 Fotógrafo do www.fotodehomem.com

Mais artigos de Eberson Theodoro

Dois anos de Foto de Homem: site comemora aniversário dando pra...

0
São dezenas de cashbacks e sorteio de dois álbuns impressos para novos e antigos assinantes

Mais notícias