GAY BLOG BR by SCRUFF

O próximo filme da DC, Batgirl, terá uma personagem chamada Alysia Yeoh que será interpretada pela atriz Ivory Aquino, sendo que tanto na ficção quanto na vida real se trata de pessoas trans. O filme está previsto para chegar ao HBO Max ainda este ano, mas sem uma data definida.

Nas histórias em quadrinhos, a Alysia Yeoh trabalha como bartender e é a melhor amiga de Barbara Gordon, que é a Batgirl, além de ambas serem colegas de quarto. Já a protagonista será interpretada pela Leslie Grace.

Segundo o Variety, o objetivo da DC é que este seja mais um “passo” em direção a maior representatividade nos filmes de super heróis. Recentemente, houve a série de TV Supergirl que apresentou uma heroína trans; a Batwoman lésbica, interpretada por Ruby Rose e Javicia Leslie; o vilão Loki, que foi revelado ser bissexual.

Batgirl terá primeira personagem trans em filme da DC
Reprodução

Atriz e ativista trans

Ivory Aquino nasceu nas Filipinas, mas mora em Nova York desde a adolescência. Em uma entrevista concedida ao canal NBC News em 2017, ela explicou que soube que era uma pessoa trans em uma idade muito precoce.

“Desde que eu nasci, eu sempre fui uma garota. Apenas registraram diferente no nascimento”, disse, explicando também que seu tratamento hormonal se iniciou na adolescência. Ela sofreu bullying na escola durante a transição de gênero, mas seus pais sempre a apoiaram.

Ela se mudou para os Estados Unidos para estudar no Berklee College of Music, com o objetivo inicial de seguir a carreira de cantora, pois ela acreditava que não poderia ser atriz sendo uma pessoa trans. No entanto, após sua cirurgia de redesignação sexual, ela decidiu “voltar atrás” e perseguir seu sonho de criança.

Seu primeiro trabalho como atriz foi na peça teatral Romeu e Julieta em 2015, e depois de interpretar algumas peças de teatro em papeis de cisgênero. No entanto,  em 2017 ela decidiu dizer que era uma pessoa trans em uma coletiva de imprensa sobre o documentário “When We Rise”, que narra as lutas pessoais e políticas de pessoas LGBTQIA+.

Atualmente, ela é ativista da causa trans, com foco em específico para os direitos das crianças, e já fez declarações públicas criticando a administração de Donald Trump contra estudantes transgêneros.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"