Série LGBTQI+ de Bruno Barreto ‘Toda Forma de Amor’ estreia esta sexta-feira

Série de 5 episódios, 'Toda Forma de Amor' explora a vida noturna e questões como assassinatos de transexuais em São Paulo.

Após sucessivos adiamentos, a série LGBTQI+ Toda Forma de Amor estreará no Canal Brasil nesta sexta-feira, dia 25 de outubro, às 22h30. Na Globo Sat Play já estão disponíveis os dois primeiros episódios.

Dirigido por Bruno Barreto, Toda Forma de Amor é uma série de 5 episódios com 40 minutos cada. O ponto de partida é um grupo de terapia que contém uma lésbica, gay, andrógino, crossdresser, duas mulheres transexuais e um empresário hétero, dono da boate “Trans World”. Eles vão contar suas histórias e dramas particulares.

A ideia é retratar as múltiplas possibilidades de afeto no universo LGBTQI, explorando a vida noturna e questões como assassinatos de transexuais em São Paulo.

SINOPSE E BASTIDORES

A sinopse diz que Daniel (Romulo Arantes Neto) é um empresário à beira da falência que enxerga a oportunidade de mudar seu destino ao colocar sua boate destinada ao público LGBTQI, daí surgindo a Trans World.

Quem o ajuda é o sócio Milinho (Daniel Infantini), uma drag queen que se casará com Cláudio (Otávio Martins), coordenador de políticas LGBT em São Paulo. Esse último se une ao policial Pedro (Alexandre Cioletti) em uma investigação para descobrir quem é o serial killer que está assassinando diversas travesti.

Toda Forma de Amor
Divulgação: Canal Brasil

Nesse contexto tem também a DJ Marcela (Gabrielle Joie) que trabalha na Trans World e é uma das integrantes do grupo de terapia da psicóloga Hannah (Guta Ruiz). Junto dela há o já citado Milinho, que é crossdesser e heterossexual, há a transexual Bianca (Wallie Ruy), e o casal Clara (Christiana Ubach) e Pedro, que estão passando por um período conturbado no casamento.

Série de 5 episódios, 'Toda Forma de Amor' explora a vida noturna e questões como assassinatos de transexuais em São Paulo.
Frame da série – reprodução
Frame da série – reprodução

O roteirista Marcelo Pedreira diz que o roteiro começou a ser escrito nos anos noventa, porém foi “engavetado”. Agora, cerca de trinta anos depois, o projeto veio a “luz do dia”, sendo mais atual do que nunca.

Toda Forma de Amor
Horários: Sextas-Feiras, às 22h30
Alternativos: Segunda-Feira às 00:00; Sábado e Domingo às 2h.