GAY BLOG BR by SCRUFF

Quem tem por volta dos 35 anos deve lembrar da polêmica série Oz. Produzida pela HBO entre 1997 e 2003 e exibida no Brasil pelo SBT, foram seis temporadas com realismo, cenas de sexo, violência, drogas e nu frontal masculino, revelando o dia a dia turbulento na prisão de segurança máxima Oswald, conhecida simplesmente por “Oz” em Nova York.

Oz - A polêmica série que mostrou romances gays e nudez frontal
Reprodução

A série também tinha personagens gays e bissexuais, com destaque para casal Tobias Beecher (interpretado por Lee Tergesen) e Chris Keller (Christopher Meloni), que viviam uma relação conturbada envolvendo ciúmes.

Outro ator que também deu a vida a um personagem gay foi Jordan Lage, participando de alguns episódios, cuja cena de morte durante o banho não exibiu sua tão aguardada nudez.

foto
Oz – reprodução
Oz - Reprodução
Oz – Reprodução

Em Oz ninguém era inocente e isso incluía até quem fazia a segurança do local, mas todos poderiam ser maus em sua pior essência, sem necessariamente apelar para a violência física.

Em uma cena, Adebise (Adewale Akinnuoye Agbaje) se oferece para trabalhar na enfermaria com os presos vivendo com HIV. Ele coleta sangue de um deles e fura intencionalmente o líder de uma gangue (os italianos), fazendo com que o mesmo fosse ‘retirado’ do cargo e levado para outra unidade.

foto
Oz – reprodução

Não é exagero dizer que em cada episódio alguém morria em Oz, seja prisioneiro ou guarda, e novos personagens com características distintas iam entrando e povoando as histórias com desfechos surpreendentes.

A série soube retratar o mundo do crime de forma realista e sem clichês. O narrador (e também personagem) Augustus Hill citava filósofos e fazia críticas agressivas sobre o  sistema de modo geral, que vai além do penitenciário, em um contexto que continua sendo muito atual. No último episódio, o narrador diz: “A vida é uma prisão e todos vão morrer nela. Mas o importante é como, com quem e para que motivo será a morte de cada um”.

A crítica foi favorável a série, que durou de 1997 a 2003 e totalizou 56 episódios. O elenco era majoritariamente masculino, mas a atriz veterana Rita Moreno também se destacou.

Cenas de nudez em Oz

CLIQUE AQUI SE TIVER MAIS DE 18 ANOS 🔞

 

foto
Oz – reprodução

Quais atores decolaram na carreira após Oz

J.K. Simmons

foto
J.K. Simmons – reprodução

Harold Perrineau

foto
Harold Perrineau – reprodução

Eamon Walker

foto
Eamon Walker – reprodução

Atores já falecidos

George Morfogen: Bob Rebadow era um dos presos mais antigos de Oz. Calmo e medroso, nunca se envolvia em brigas, mas tinha fama de saber de tudo o que acontecia na prisão de segurança máxima. Era o “fofoqueiro”. Faleceu de causas naturais em 2019, aos 85 anos.

foto
George Morfogen – crédito: reprodução

Craig Mums Grant: Seu personagem era o poeta, tinha o dom das palavras através da rima. Como prisioneiro, teve seus altos e baixos, não sendo nem totalmente mau e nem bom. Morreu em 2021 por complicações oriundas da diabetes, aos 52 anos.

foto
Craig Mums Grant – Reprodução

Kristin Rohde: Claire era uma guarda implicante, de temperamento violento e que não perdia a chance de provocar presos e até os colegas. Faleceu de câncer em 2016, aos 52 anos.

foto
Kristin Rohde – Reprodução

Luke Perry: O belo ator fez uma participação marcante em Oz como reverendo. Famoso pela série Barrados no Baile, ele faleceu aos 52 anos em 2019, vítima de um AVC.

foto
Luke Perry – Reprodução

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.