GAY BLOG BR by SCRUFF

Nesta sexta-feira (29), Zerzil e Gali Galó lançaram a faixa “Meu Cafezim”. A música é o primeiro feat feito por artistas não binários na música brasileira. O single vem acompanhado de um clipe disponível no YouTube. Gali e Zerzil são representantes do “Queernejo”, subgênero do sertanejo, formado por artistas LGBTQIA+.  

“Fiquei muito feliz quando elu aceitou o convite para participar do meu álbum, pois um dos objetivos é servir de registro do início do movimento de artistas LGBTQIA+ dentro do sertanejo, por isso o nome do disco, Queernejo”, conta Zerzil, que compôs a música.

(Foto: Divulgação)

Zerzil, que nasceu em Montes Claros, Minas Gerais (estado onde mais se produz café no país),  resolveu gravar o clipe em Ribeirão Preto (SP), cidade de Gali e importante região produtora de café do Brasil. 

“Eu vinha acompanhando os lançamentos de Gali desde o início de sua carreira e me tornei grande fã do seu trabalho. Pelo que eu senti da obra de Gali, sempre pensei que ‘Meu Cafezim’ combinasse mais com elu, pois essa música tem um quê de inocência, um ar interiorano, mas ao mesmo tempo é uma paquera, um convite para ir lá em casa tomar um cafezim”, conclui Zerzil. 

Ao escrever a música, Zerzil trouxe elementos como expressões e sotaques comuns no interior de Minas Gerais, a fim de passar para o público a sensação de estar em casa. A faixa fará parte do álbum “Queernejo”, de Zerzil, com previsão de lançamento para o início de 2022.

Zerzil e Gali Galó são um doos nomes do movimento “queernejo”, ao lado Gabeu, Alice Marcone, Reddy Allor, Mel & Kaleb, Bemti, entre outros.



 

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)