GAY BLOG BR by SCRUFF

O florianopolitano Arthur Mondelo, de 28 anos, é criador de conteúdo adulto, ator de filmes eróticos e acompanhante. Para ele, não há tabus. O extrovertido rapaz de 1,80m e 80kg revelou, em entrevista ao GAY BLOG BR, que foi vítima de uma rede de pedofilia aos 13 anos após sair da casa dos pais em função de sua orientação sexual. Vivendo em situação de rua, Mondelo conheceu cedo as drogas e a prostituição.

foto
Arthur Mondelo – Foto: acervo pessoal

Você é ator pornô e também acompanhante, você é melhor remunerado em qual das duas funções? Inclusive, recentemente você declarou que um ator de filmes adultos não ganha tão bem assim quanto as pessoas pensam.

Sou ator pornô, stripper interativo e também garoto de programa. São trabalhos interligados, considerando que um gera visibilidade para o outro, complementando a logística. De certa forma, é como se os programas dependessem dos filmes e os filmes dependessem dos programas.

Você foi expulso de casa aos 13 anos. Durante quanto tempo você viveu em situação de rua?
.
Vivi em situação de rua durante dois anos e meio, onde fui aliciado por um homem. Perdi a virgindade em um “programa” forçado.
.
foto
Arthur Mondelo – foto: acervo pessoal
Aos 13, você caiu em uma rede de pedofilia. Como isso aconteceu? 
.
Em um momento de fome e vulnerabilidade, um carro parou e me ofereceu dinheiro em troca de sexo. Foi quando eu vi “uma luz no fim do túnel” para nunca mais passar fome, frio ou apanhar na rua.
.
E drogas, você chegou a cair no vício?
.
Usei muitas drogas desde a adolescência para poder aguentar uma mudança tão drástica na minha vida. Para conseguir transar com outras pessoas, eu vivia me drogando. Hoje em dia eu fumo algo natural – e às vezes. Sendo que eu me libertar de uma rotina ruim de drogas e mudar, há 8 anos, para uma rotina muito diferente de vida saudável e paz, mas sem sair da prostituição, me faz pensar o quanto a pessoa pode usar como uma profissão para subir na vida ou como um caminho obscuro sem volta.
.
Você já declarou ser muito sexual. Se considera viciado em sexo?
.
Me considero viciado em sexo devido à rotina que tive ao longo desses anos. É como se fosse uma droga e, se eu fico sem sexo, tenho crise de abstinência. Coisas ruins acontecem com meu organismo: minha visão fica cinza, me sinto mal e até entro em depressão.
.
foto
Arthur Mondelo – foto: acervo pessoal
Dizem que os acompanhantes dificilmente se envolvem afetivamente com alguém, considera isso verídico? Você está namorando? Já teve alguns relacionamentos?
.
Já tive vários relacionamentos, porém acho muito inviável um garoto de programa namorar e deixar seu parceiro ou parceira na cama para sair para transar com outras pessoas. Para mim, ou você namora ou faz programa.
.
Como é a relação com sua família hoje?
.
Reestruturada e reestabelecida. Eu sou o melhor amigo do meu pai e da minha mãe e “aquela página” foi virada. Não culpo eles por nada, pois não sou ninguém para julgar e não sei o que passou na cabeça deles ao não deixar eu voltar para casa quando saí aos 13 anos. Por mais que o meu relato pareça vitimista, não me considero uma vítima em momento nenhum. Acho que eu sou um sobrevivente e não mudaria nada na minha história, pois tudo isso fez tornar-se a pessoa que sou hoje em dia.
.
Você já passou por alguma situação complicada com um cliente, envolvendo violência ou mesmo um pedido bizarro?
.
A pior situação que eu passei com um cliente está no meu Instagram. Ele me acusou de tê-lo roubado e, alguns minutos depois, ele encontrou o dinheiro entre as suas coisas. Ele me pediu desculpas. Eu me preocupo muito em deixar os clientes satisfeitos, tenho vários clientes milionários e vários que ganham um salário mínimo – e trato os dois igual. Eu sei o valor do dinheiro e não quero que a pessoa se sinta lesada. Procurando e encontrando respeito, o prazer é garantindo. Eu comecei a mostrar minha rotina de acompanhante e ator pornô no meu Instagram, foi onde comecei a ficar conhecido. Lá eu mostro tudo, realmente tudo. Não exponho meus clientes, mas mostro o que rola no programa e dou um feedback do programa depois. Também conto quando me sinto mal, sozinho ou quando tenho algum conflito relacionado ao meu trabalho. Creio que serve como experiência para outras pessoas que possam estar perdidas.
.
foto
Arthur Mondelo – foto: acervo pessoal
Você já conseguiu fazer um pé-de-meia? Planos de se aposentar do meio erótico?
.
Eu faço faculdade de biomedicina, acho que seria o melhor pé-de-meia. Para o meu futuro, penso em me aposentar do mundo erótico apenas quando eu morrer. Eu me tornei ator exclusivo de uma das maiores produtoras pornô do Brasil, embaixador da maior fabrica de produtos eróticos da América Latina, gravei mais de 250 cenas pornôs, estou com mais de dez parcerias com empresas que se identificam com meu perfil, com meu público.
.
Tem planos de ter outra profissão usando essa sua facilidade em se comunicar?
.
Eu procuro ser um comunicador. Tenho muita esperança em ser contratado por algum site ou algum programa online para poder mostrar meu outro lado além de apenas transar na frente das câmeras. Tenho muito a dizer sobre minha experiência de vida, e que me fez tornar-se uma pessoa que sou hoje.
.
Arthur Mondelo nas redes sociais:
.
Ator de filmes adultos, Arthur Mondelo concilia faculdade de biomedicina com prostituição
Ator de filmes adultos, Arthur Mondelo concilia faculdade de biomedicina com prostituição – Reprodução
.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.