GAY BLOG BR by SCRUFF

O árbitro escocês Craig Napier (32) se declarou gay em um vídeo da Federação Escocesa de Futebol, se tornando o primeiro homem homossexual que ainda atua no futebol profissional masculino do país. Antes dele, Justin Fashanu, que jogou pelas equipes de Airdrieonians e Heart of Midlothian, anunciou sua sexualidade na década de 1990.

Napier disse que saiu do armário para ajudar a “remover o estigma e o medo” que outros profissionais do futebol podem sentir para comentar o assunto, ressaltando que também é necessário mudar o “clima do futebol”.

“É algo que eu nunca pensei que estaria sentado aqui fazendo. Eu obviamente convivo com isso há muito tempo, e foi uma jornada difícil para chegar a esse ponto, mas nos últimos dois anos tornou-se muito mais fácil”, disse.

“Não acho que isso é notícia, mas acho que, no momento, realmente precisa ser. Precisamos ver as mudanças para que as pessoas realmente sintam que podem ser verdadeiras com elas mesmas e viver uma vida feliz e confortável na própria pele, e isso precisa transcender para o futebol”, completa.

Árbitro escocês revela ser gay: "É preciso mudar o clima no futebol"
Reprodução

Craig Napier também disse que se inspirou a falar sobre sua homossexualidade quando o saltador olímpico britânico, Tom Daley, saiu do armário em 2018. No entanto, ele achava que na época ainda não era o momento certo para falar sobre o assunto.

“Eu me lembro de ler os jornais quando Tom Daley se declarou gay e fiquei tão inspirado, mas não o suficiente a ponto de me sentir confiante para poder me expor. Na época, pensei que o mergulho é diferente do futebol. Existe algo sobre o futebol no momento, ainda existe essa barreira”, conta.

Além de Daley, Napier também se inspirou em Jake Daniels, primeiro jogador de futebol a dizer que é gay desde 1990, e Josh Cavallo, jogador do Adelaide United que também fez o mesmo.

“Acho que foi realmente inspirador ver o que aconteceu recentemente. É positivo ver Jake, aos 17 anos, anunciando a todos sua sexualidade e acho que muitas pessoas se inspirarão nisso”, finalizou.

Já a revelação de Napier inspirou outro árbitro, Lloyd Wilson, a falar também que é gay. “Acho que realmente a razão é que esta foi uma jornada horrível, para ser honesto. Uma jornada de talvez 17 anos vivendo uma vida que eu não queria viver, vivendo uma mentira, vivendo do jeito que outras pessoas talvez quisessem que eu vivesse ou que eu achava que outras pessoas queriam que eu vivesse, e provavelmente ditava e dirigido de muitas maneiras pelo futebol”, disse Wilson em um vídeo no canal do YouTube da Back Onside.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"