GAY BLOG BR by SCRUFF

Duas baladas LGBT de Campo Grande retornarão às atividades essa semana, sendo elas a Daza e a Non, localizadas no Centro e no bairro Amambaí, respectivamente. Ambas procurando respeitar todos os protocolos da Organização Mundial de Saúde.

A Daza anunciou que abrirá em formato de lounge, com mesas bistrô espalhadas pela pista de dança e 50% da capacidade total permitida. Além disso, haverá distribuição de álcool em gel e os cardápios de balcão foram substituídos pelo QR Code. Sua abertura será na próxima quinta-feira, dia 5 de novembro.

A Non abrirá as portas no próximo dia 21 de novembro com a capacidade reduzida, mas sem outras informações quanto as práticas que serão adotadas para a segurança do público.

Com informações de Campo Grande News

Baladas LGBT reabrem em Campo Grande
Reprodução

“LuLu”, formato de evento pós-coronavírus da Festa Lunática, estreia em 10 de outubro

Em São Paulo também começaram as reaberturas das baladas seguindo os protocolos da OMS. A Lulu, irmã mais nova da Festa Lunática está dentro dos protocolos de segurança oficiais: capacidade reduzida, medição de temperatura, distanciamento entre as mesas, atendimento sentado, obrigatoriedade de máscaras e higienização.

O evento é sempre no mesmo lugar onde as festas costumavam acontecer, no Fabrique (Barra Funda) e a casa deve funcionar com 15% da capacidade total, sendo a pista ocupada por mesas e cadeiras com o distanciamento de dois metros. Não haverá pista de dança e as mesas podem comportar duas, quatro, cinco ou seis lugares, com a reserva feita mediante o pagamento de 50%. Os clientes deverão ficar o tempo todo sentados em suas respectivas mesas e devem usar máscaras para ir ao banheiro ou fumar.

“Temos sistema de exaustão e ar condicionado por toda a casa. Não haverá pista de dança, pois não é o momento pra isso. Os clientes deverão ficar o tempo todo sentados nas mesas e toda vez que forem ao banheiro ou fumar, deverão estar de máscara. Na porta, mediremos a temperatura de todes e teremos higienização e pontos com álcool gel espalhados pela casa. Essa foi a configuração que encontramos para retomar a nossa atividade trazendo segurança para nossos clientes e colaboradores. E podem ter certeza, tudo será feito com a maior responsabilidade e comprometimento possíveis. Contamos com vocês, para que essa retomada seja cheia de amor, brilho e esperança por dias melhores.”

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"