GAY BLOG BR by SCRUFF

Franklin David ficou conhecido por ser repórter do programa “TV Fama”, da Rede TV. O modelo, que chegou  a ser um dos principais apresentadores da emissora, encerrou o seu contrato para buscar novas experiências profissionais e pessoais.

O repórter, que recentemente disse ser gay, falou sobre sua sexualidade em entrevista ao site Cenapop. “Acho que o fato de eu falar mais abertamente da minha vida pessoal tem relação com meu momento de vida. Na minha vida eu amo alguém com quem eu quero, pela primeira vez, construir uma família, morar junto, falar do que estou vivendo”, contou o apresentador.

(Foto: Reprodução)

Franklin, que namora o turismólogo Victor Vianna, afirmou que nunca escondeu a sua homossexualidade. “Não escondi nada, fiz posts em redes sociais com pessoas com quem estava me relacionando, eu só não legendei dizendo ‘é isso, é aquilo’ e ninguém se ligava, mas a minha vida sempre esteve aí”, pontua.

Como Franklin apresentou e foi repórter de programas que tinham como assuntos os bastidores da TV e a vida pessoal dos famosos, ele nunca quis expor a sua. “Sobre a vida profissional, até pelos programas de TV que eu fazia, o meu pensamento era que o interessante seria eu ser notícia pelo meu trabalho, por boas entrevistas, afinal já tinha muita gente em evidência apenas pela vida pessoal. Isso eu nunca quis. Não teria problema que falassem, mas não podia ser só isso”, destacou.

Ainda sobre sua a vida profissional, o modelo está segue para uma nova fase e se prepara para um programa de viagens. Segundo ele, em parceria com o seu namorado e a Agências Aventureiros, está sendo criado o canal “Aventureiros”.

 

O ex-repórter do “TV Fama”, também disse que recebeu conselhos de pessoas para que não falasse sobre sua sexualidade, pois atrairia apenas o público LGBTQ+. Entretanto, ele acredita que o fato de ser gay não atrapalha a sua carreira. “Faço questão de não trabalhar com pessoas que achem a sexualidade de alguém um problema. Vou amar trabalhar, mas só se eu puder ser 100% eu”, frisou.

Em entrevista ao Cenapop, ele ainda relembrou quando contou para a sua mãe que era gay. “Com 19 anos, tive uma conversa com a minha mãe da qual nunca vou esquecer. Quando disse que sentia atração por pessoas do mesmo sexo que eu, ela virou e disse: ‘Quero que seja feliz, meu filho. Se você estiver feliz, mãe estará feliz também’”.

Por fim, Franklin disse que não tolera preconceito e que ninguém merece ser julgado por alguém, por tentar ser feliz. “Eu não me vejo diferente de ninguém pela minha sexualidade. Se alguém não aceitar o que estou fazendo da minha vida, o problema é da pessoa, não meu. Quero do meu lado pessoas que me enxerguem como o ser humano bom que a cada dia eu me esforço para ser e evoluir. Jamais vou admitir ser diminuído porque me relaciono com outro homem”, conclui.

(Foto: Reprodução)

 

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (RS).