GAY BLOG BR by SCRUFF

Durante a entrada de um jornalista chamado Lluis Mestres, da TVE, na Espanha, viralizou nas redes sociais porque duas turistas ao fundo apareceram com um pênis rosa inflável gigante. Já a reportagem em si era para mostrar os visitantes que estavam chegando na Ilha para visitar a cidade de Palma, em Maiorca, durante a Páscoa.

Mestres estava apresentando o número de desembarques quando elas apareceram. Ao perceber que estavam sendo filmadas, as duas mulheres rapidamente se afastaram, mas a câmera registrou o momento.

Turistas aparecem carregando pênis inflável gigante durante entrada ao vivo de jornalista
Reprodução

Brinquedos que simulam pênis existem há mais de 20.000 anos 

Segundo informações apuradas pelo Aventuras na História, tanto na Grécia antiga quanto no Egito, as pessoas usavam bananas verdes para se estimularem como um pênis. Em 2010, foi descoberto em Ulm, na Alemanha, um estimulante feito de pedra com cerca de 20cm de comprimento e 3cm de largura que data, pelo menos, de 28 mil anos atrás.

Pesquisadores da Universidade de Tubingen chegaram a essa conclusão devido as diversas marcas e rachaduras em toda a sua extensão, e por essa razão, também acredita-se que ele possa ter sido utilizado também para alguns trabalhos braçais. Ou seja, além de brinquedo sexual, o dildo também funcionaria como martelo ou para acender fogueiras.

Já o termo “dildo” foi cunhado pela primeira vez em 1400 D.C, e vem do latim “dilatare”, que como o nome sugere, significa “dilatado” ou “aberto”, sendo que a variação italiana (diletto) também significa prazer.

Os dildos surgiram nas mais diferentes culturas espontaneamente. Durante o século XV, na China, as pessoas usavam madeira para fabricar um dildo. Já no Japão, várias artes eróticas dos séculos 17 e 18 mostram dildos feitos com chifres de búfalos.

Curiosamente, os dildos não foram feitos exclusivamente para prazeres sexuais. Há informações de que o povo do Paquistão em 4.000 A.C utilizavam o brinquedo para fazerem adoração a Deusa Shiva.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"