Margareth Menezes
Dias 12 e 13 de abril, quinta e sexta, às 21h30.
As composições nordestinas contemporâneas e urbanas que influenciaram a formação e a trajetória dos 30 anos de carreira de Margareth Menezes são a base do show “Rebeldia Nordestina”, que segue em turnê pelo país e passa pelo Sesc Pompeia. A cantora baiana mergulha na obra de artistas que são referências da música urbana nordestina, como Raimundo Fagner, Belchior, Zé Ramalho, Alceu Valença, Geraldo Azevedo, Raul Seixas e Novos Baianos. Nesta apresentação, Margareth reúne essa geração de músicos e compositores dos anos 1970 e 80 que transpuseram as barreiras do preconceito com letras e ritmos que revelam os sentimentos do Nordeste urbano e moderno. A cantora baiana imprime sua personalidade na voz e fusões rítmicas nos rocks e baladas, dentro de um cenário de imagens e sons que desenham a brasilidade nordestina.

Local: Comedoria. Não recomendado para menores de 18 anos. R$ 50,00 / R$ 25,00 / R$ 15,00.

MC Carol (RJ) + Titica (Angola) 
Projeto Britadeira – Sons da Favela (festival que celebra a música de periferia, com shows de artistas nacionais e internacionais).
Dia 21 de abril, sábado, às 21h30
O ritmo do funk e a mensagem política de MC Carol se juntam à voz da cantora angolana Titica em show no Sesc Pompeia. Com seus últimos singles, “Delação Premiada” e “100% Feminista” (que divide com Karol Conka), a funkeira MC Carol, de Niterói, conquistou grande espaço midiático. Ela levanta o debate sobre o genocídio de jovens negros nas favelas brasileiras, a condição feminina e o discurso de gênero, raça e orientação sexual no funk carioca. Mulher negra e feminista, MC Carol vem cantando contra preconceitos nos últimos dez anos, protagonista dos maiores bailes black do Rio de Janeiro. Considerada um ícone pop em Angola, Titica esteve recentemente no Brasil para um show no Rock in Rio ao lado do grupo Baiana System, com quem gravou a faixa “Capim Guiné”. Mulher trans, a cantora de kuduro tem no seu som influências de rap, funk e música eletrônica, com shows marcados por performances cheias de dança.
Local: Comedoria. Não recomendado para menores de 18 anos. R$ 40,00 / R$ 20,00 / R$ 12,00.

marina lima
Marina Lima. Foto: Tô Na Midia

Marina Lima
Projeto Plataforma – Lançamento do álbum “Novas Famílias”
Dias 21 e 22 de abril. Sábado, às 21h. Domingo, às 18h.
A cantora e compositora Marina Lima faz show de lançamento do álbum “Novas Famílias”, acompanhada dos músicos Arthur Kunz e Leo Chermont, que formam o duo eletrônico Strobo, de Belém do Pará, e Dustan Gallas, músico piauiense radicado em São Paulo e que também é produtor musical do disco, junto à Marina. Marina diz que há muito não se sente tão ligada ao Brasil e à sonoridade brasileira, e que São Paulo, com toda a sua diversidade, lhe trouxe este presente. O trabalho conta com músicas inéditas: são duas parcerias novas com seu irmão Antonio Cicero, canções escritas com Leticia Novaes, Silva, Dustan Gallas e duas de autoria própria. Há ainda uma regravação do samba “Climática”, da paulista Klébi Nori, que Marina considera uma ‘‘pérola”. Este álbum ainda conta com as participações especiais de Marcelo Jeneci e da própria Letícia.
Local: Teatro. Não recomendado para menores de 12 anos. R$ 40,00 / R$ 20,00 / R$ 12,00.

SERVIÇO:

Sesc Pompeia
Rua Clélia, 93, Pompeia | CEP: 05042-000 – São Paulo, SP

instagram.com/sescpompeia
facebook.com/sescpompeia
twitter.com/sescpompeia

E MAIS:

Sesc Pompeia anuncia sua programação musical para abril; confira

Google Notícias

1 COMENTÁRIO