GAY BLOG BR by SCRUFF

Em terras de Lampião, o conservadorismo e a resistência às diferenças fazem vítimas diariamente. A intolerância impera, provoca transtornos e leva à morte, e as tentativas de encarar a homossexualidade esbarram em uma muralha de ignorância que parece ser intransponível. E é inspirada nesse contexto, o conceito do “cabra macho” nordestino, que a LED apresenta seu terceiro desfile dia 23 de outubro, no São Paulo Fashion Week.

Célio Dias, da LED spfw
Célio Dias, da LED. Foto: reprodução

“Arretada” foi o nome dado pelo estilista e designer Célio Dias para o novo trabalho, que tece uma crítica ao modelo hegemônico da masculinidade, que carrega em seu estereótipo traços de força e virilidade mas também de violência e intolerância. “A matriz que estrutura a homofobia é a mesma que define socialmente masculinidades aceitáveis. É também a mesma que coloca mulheres em condições de vulnerabilidade, e que busca anular o diferente: por meio de chacotas, piadas e desqualificação,” afirma Célio dias, criador e estilista da LED. “Trazemos uma coleção ainda mais madura que a última, buscando expandir a discussão do gênero, colocando em xeque e avaliação, dessa vez, o padrão de masculinidade socialmente aceitável e o que ela carrega consigo muitas vezes, como o reforço à violência.”

Dentro desse conceito, a LED aposta pela primeira vez em ilustrações e traz a força e graciosidade dos veados em algumas de suas peças, hora em ilustrações e horas em bordados, ambas sendo trabalhos manuais já tão marcantes nas coleções da marca.

A escolha dos materiais, cores e acessórios se descola da variação climática para se basear em narrativas. Os moldes sempre muito amplos e carregados em volume procuram não demarcar os limites do corpo, e trazem uma mistura da sofisticação do linho com o shape confortável das ruas. A cartela de cores é inspirada no trabalho do artista Arthur Bispo do Rosário, com cores que variam dos terrosos e pastéis ate o verme lima e azul piscina, mas traz também uma pitada de vermelho para demarcar a vibração e força do nordeste. Nesse contexto, os crochês ganham ainda mais destaque dentro da nova coleção.

As collabs, que permeiam a trajetória da LED, seguem como um dos pontos-chave para o desenho da figura proposta por “Arretada”. Os acessórios, calçados e bolsas usados no desfile e na campanha foram desenvolvidos exclusivamente em parceria com outras promissoras marcas mineiras, como a Box 19, Diwo, Nuu Shoes e Moon. O destaque das parcerias de Arretada fica por conta da cápsula desenvolvida com a Patogê, trazendo o jeans para evidência na coleção.

Collabs e Apoio:
Bolsas: DIWO
Sapatos: Nuu Shoes
Acessórios: BOX19
Óculos: MOON
Jeans: PTGE + LED
Apoio: Vicunha

Coleção Anterior:

Calendário de desfiles São Paulo Fashion Week | SPFW N46 – 2018

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os LGBTs que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.