GAY BLOG BR by SCRUFF

O DJ que é referência de uma geração, Mauro Borges, morreu nesta sexta-feira, aos 56 anos, vítima de pneumonia, segundo o site Glamurama. Responsáveis pela cena clubber paulistana dos anos 90, foi crush de quase todo o mundo comandando as pick ups da Nation e do clube Massivo. Mauro chegou até a posar nu para a extinta revista G Magazine.

ntemente URL https://i0.wp.com/gay.blog.br/wp-content/uploads/2018/08/mauro-borges.jpg?resize=696%2C426&ssl=1 Título mauro borges Legenda DJ Mauro Borges. Foto: reprodução
DJ Mauro Borges. Foto: reprodução
Cover boy da extinta revista G Magazine
Cover boy da extinta revista G Magazine

Com mais de 30 anos de carreira, Borges se transformou em ícone do movimento LGBT (na época conhecido como GLS), também ficou conhecido pelo projeto Que Fim Levou o Robin?, vanguardista ao trazer a sonoridade techno ao grande público brasileito, mesclando letras divertidas, batidas eletrônicas e muita atitude fashion. O grupo, formado no Rio em 1990 por Mauro Borges (voz) e Renato Lopes (bases e samplers), lançou apenas um disco “Aqui Não Tem Chanel”, pela gravadora Warner, que não alcançou grandes vendas. Na época, o duo chegou a fazer aparições em vários programas de televisão.

A informação da morte foi confirmada pela boate Bubu, onde ele era DJ residente de uma das festas por cinco anos, a “Veeem Dançar”.

Uma última despedida: Mauro Borges será velado do cemitério Flamboyant, em Campinas, hoje a partir das 22h.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os LGBTs que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.