Aos 90 anos, o ator Lima Duarte agora também é um influencer digital. No meio de junho, o veterano estreou seu canal no Youtube com um vídeo para enaltecer sua admiração e respeito pela memória do filósofo e escritor português Padre Antônio Vieira.

Em um vídeo publicado nesta sexta-feira, 26, o ator veterano lembra que protagonizou o primeiro beijo gay da televisão na década de sessenta ao encenar a peça “Um Panorama Visto da Ponte” na extinta TV Tupi. Já na TV Globo, no antigo programa “Você Decide“, ele lembra de ter feito uma cena dormindo com outro homem abraçado em uma cama de casal. O episódio que ele faz referência é “O príncipe da feira”, exibido em 1999.

“Eu fiz um ‘Você Decide’ (…) [em que] interpretei um [personagem]. [Meu personagem] era um editor de revista dessas de moda e homossexual. Disse [ao diretor do programa] ‘tá legal, faço, com prazer, quero mesmo viver um.'”

BEIJO GAY NA DÉCADA DE 60

Já na época da extinta TV Tupi, as peças teatrais eram filmadas e exibidas ao vivo na televisão. O primeiro beijo na boca entre dois homens foi nesta época entre ele e Cláudio Marzo, na peça “Um Panorama Visto da Ponte“, de Arthur Miller, no Grande Teatro Tupi, em 1963.

“Era um drama que se passava no cais Nova York (…), eu era um estivador ítalo-americano e a minha esposa tinha tido um problema e não podia ter filhos (…) adotamos uma menina. Essa menina cresceu, transformou-se numa jovem linda (…) um dia ela traz o pretendente dela, um noivo, um namorado (…) o velho [referindo-se ao seu personagem] fica desesperado: ‘O que?! Você trouxe um pretendente pra você? Ele? É com esse aí que você vai casar?! Você não vê que ele é viado? Ele é bicha! Olha a cara dele!'”

Logo em seguida, Lima Duarte conta que, em cena com Cláudio Marzo, “sapecou um beijo de língua” ali, na frente de todos na TV Tupi. “Estou contando isso para mostrar a vocês que o primeiro homem a beijar outro homem na televisão fui eu!”, comemora.

Assista ao vídeo na íntegra:

Google Notícias
Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".

1 COMENTÁRIO