GAY BLOG BR by SCRUFF

Após sua bem sucedida participação no Big Brother Brasil 21, o economista Gil do Vigor terá sua história contada no livro “Tem que vigorar!” que será lançado em junho, coincidindo com o mês do orgulho, mas já pode ser adquirido na pré-venda. A capa foi revelada nesta quarta-feira, dia 19 de maio.

As sessões de foto foram feitas em um estúdio em São Paulo na terça-feira (18) e, depois houve uma reunião para decidir qual das imagens seria a capa.

Livro autobiográfico do Gil do Vigor já tem capa e pré-venda: "Parece que estou sonhando"
Divulgação

“Parece que estou sonhando. Nunca imaginei que poderia ter um livro sobre a minha vida”, conta Gil.

Em “Tem que vigorar!”, Gil conta seus momentos preferidos no BBB, da infância pobre em Pernambuco e revela as dificuldades que passou na vida, como quando teve que morar na rua. Fala também dos momentos de violência do pai contra a mãe, sua relação com a fé e a igreja, de como a educação o salvou e a descoberta da sexualidade e seu processo de autoconhecimento e aceitação.

Com depoimentos de Jacira, mãe de Gil, Xuxa Meneghel e Deborah Secco, o livro traz ainda um dicionário com os memes e bordões do economista.

Divulgação

Mãe de Gil do Vigor proibiu que filho doasse 10% de seus prêmios para igreja

Com sua participação no BBB21, o economista pernambucano Gilberto José Nogueira Júnior ganhou cerca de R$ 225 mil em prêmios, valor maior que receberia o segundo lugar no reality. Entre celular, eletrodomésticos e carro, Gil do Vigor também possui mais de 12 milhões de seguidores no Instagram, tornando-se, assim, o ex-participante homem do BBB com mais seguidores na história do programa. Segundo o colunista Leo Dias, Dona Jacira Santana, sua mãe, também chegou a faturar cerca de 50 mil reais fazendo publieditoriais para seus 377 mil seguidores no Instagram.

Em abril, em conversa com João Luiz, Fiuk e Juliette, Gil chegou a cogitar doar parte do prêmio do reality show da Rede Globo, mas foi proibido por sua mãe. Caso ficasse em primeiro lugar, doaria 10% do prêmio de R$ 1,5 milhão para a igreja que frequentou.

“Na igreja, tem que guardar os domingos… Mainha falou assim: ‘se tu ganhar R$ 1,5 milhão, vai dar o dízimo? Falei: ‘tô pensando'”, disse gil. “Tudo? Vai dar R$ 1,5 milhão pro dízimo?”, questionou João Luiz. “Não. O dízimo é 10% de R$ 1,5 milhão, mas minha mãe não deixou nada”, explicou o economista. Posteriomente, Gil contou que não doará em razão da sua mãe.“É [dinheiro] de jogos mesmo. Não pode [doar à igreja]”, reafirmou João. “Só por isso. Infelizmente, R$ 150 mil ia pra lá”, finalizou Gil.

Em entrevista ao portal Folha de Pernambuco, Dona Jacira confirmou a informação: “Ele não vai dar não! Ele ‘num’ tá com a ‘muléstia’ de doar. Vai dar dinheiro para igreja milionária? Vai não. Ele pegue os 10% e dê às pessoas carentes que estão passando fome. Tudo pra ele é para a igreja, por isso que eu o proibi”, afirmou.

Join our community of 15+ million guys

Find guys looking for the same thing with SCRUFF Match. Volunteer to be a SCRUFF Venture Ambassador to help out guys visiting your home city. Search an up-to-date agenda of the top parties, prides, festivals and events. Upgrade your game with SCRUFF Pro and unlock 30+ advanced features. Download SCRUFF here.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"

1 COMENTÁRIO