GAY BLOG BR by SCRUFF

O ator Mateus Carrieri (53) concedeu uma entrevista ao canal de Caio Fischer no YouTube, falando sobre sexualidade, carreira e a relação com as filhas Anna Chiara (15) e Anna Francesca (14), ambas bissexuais. Ele dá a entender que teve experiências com homens, mas se considera heterossexual.

“A curiosidade sobre minha sexualidade é algo muito grande. Eu sempre tive relacionamentos heterossexuais, tive quatro casamentos.” – disse Mateus – “Aí eu faço um post com emoji de arco-íris e começo a pintar a unha de repente, e as pessoas falam: ‘Mateus se assumiu gay’. Acho muito engraçado isso. Eu fiz de tudo na minha vida. Eu falo para as minhas filhas: dos 14 aos 20 anos eu tive todas as experiências que eu poderia ter. E não me arrependo. E em todas as experiências eu tive responsabilidade. Mas me entendi heterossexual sempre. Estou solteiro agora, as minhas filas falam: ‘Pai, agora você podia namorar com um homem, a gente ia adorar’. Elas iam adorar, eu sei “.

Carrieri também comentou a razão pela qual decidiu expor a orientação sexual de suas duas filhas, dizendo que com isso poderia prestar um serviço a sociedade.

"Minhas filhas querem que eu namore um homem", diz Mateus Carrieri
Reprodução

“Eu acho importante os pais apoiarem e darem amor aos seus filhos, com as opções dos seus filhos. Tem que deixar os seus filhos voarem. E a coisa da sexualidade não deve ser encarada como um desvio de caráter, como uma anormalidade, ou como uma coisa boa ou ruim. E, nessa idade que as minhas filhas estão, isso pega muito. Então, eu senti nelas a necessidade do meu apoio e do meu apoio até público.

E por isso que eu falei sobre isso. E muita gente falou: ‘Poxa, Matheus, se meu pai tivesse feito isso para mim… Como eu queria que meu pai me apoiasse do jeito que você apoia a suas filhas, como eu queria que meu pai não tivesse me botado para fora de casa porque eu sou homossexual, como eu queria não ter tomado aquela surra da minha mãe quando eu falei que gostava de uma menina ou de um menino, ou que eu gostava dos dois, ou quando eu estava confuso, ou quando eu não me aceitava com o corpo que eu sou’ “.

Mateus Carrieri também diz se orgulhar do ensaio nu que fez para a extinta G Magazine: “Eu fui o primeiro homem mais conhecido a sair numa publicação dessa. E eu tenho orgulho dessa primeira revista”.

Com informações da coluna de Patrícia Kogut

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".