GAY BLOG BR by SCRUFF

Primeiro equipamento cultural da América Latina relacionado à temática LGBTQIA+, o Museu da Diversidade Sexual foi criado em maio de 2012 e é uma instituição vinculada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. Com missão de preservar o patrimônio sócio, político e cultural da comunidade LGBT+ brasileira através da coleta, organização e disponibilização pública de referenciais materiais e imateriais, o MDS) comemora seu nono aniversário.

Alguns dos destaques da programação deste mês comemorativo são uma roda de conversa sobre saúde de mulheres LBT (6 de maio, quinta-feira, 19h), live comemorativa do Dia Internacional dos Museus (18 de maio, terça-feira), o bate-papo “Memes e Museologia: ressetando sentidos” (21 de maio, sexta-feira, 17h), com Gabriel Almeida e Guilherme Popolin e também exibições de depoimentos de museólogues LGBTs pelas redes sociais do MDS,  com o intuito de celebrar essa data.

O mês também será marcado pelo lançamento do primeiro livro do Museu da Diversidade Sexual, intitulado de “Páginas de Transgressão”. A obra é sobre a história da imprensa das sexualidades dissidentes no Brasil e mostra a relevância da imprensa LGBTQIA+. Para ocasião, uma live será realizada no dia 28 de junho (segunda-feira), aniversário do MDS.

“O livro foi organizado pelos professores Paulo Souto Maior e Fábio Ronaldo da Silva, compila importantes trabalhos de pesquisadores LGBT+ de diversas regiões do Brasil, trazendo um panorama amplo sobre diferentes épocas da produção midiática brasileira”, diz Franco Reinaudo, diretor do Museu da Diversidade Sexual.

A diretora geral Danielle Nigromonte complementa: “Temos o prazer em apresentar estas Páginas de Transgressão, uma obra que demonstra a relevância da imprensa LGBT+ na disputa por uma sociedade mais justa e igualitária, em que preze o respeito e a garantia dos direitos dessa comunidade, e por isso o nosso orgulho em realizar esta iniciativa”.

Museu da Diversidade Sexual lança livro sobre história da imprensa LGBTQIA+
Museu da Diversidade Sexual lança livro sobre história da imprensa no Brasil

Programação completa

Dia 6 de maio, quinta-feira, 19h

Mesa saúde de mulheres LBT

A mesa tem como foco abordar a prevenção da saúde sexual e mental de mulheres lésbicas, bissexuais e transexuais neste atual cenário. Teremos como convidadas Maria Leão, antropóloga, mestra e doutoranda em saúde coletiva pelo Instituto de Medicina Social da UERJ, Taiane Miyake paletrante, Glícia Brandão, psicóloga formada pela Universidade Potiguar (UnP) de Natal, que é bissexual, mãe e traz um recorte interessante de dados sobre a saúde LBT no Nordeste para essa troca. A conversa será mediada pela educadora Gabriela Augusta.

Maria Leão é bissexual, antropóloga, mestra e doutoranda em saúde coletiva. Pesquisadora em gênero e sexualidade, sua dissertação de mestrado “Os unicórnios no fim do arco-íris: bissexualidade feminina, identidades e política no Seminário Nacional de Lésbicas e Mulheres Bissexuais” (2018), analisou a formação política da identidade “mulher bissexual”.

Taiane Miyake é palestrante em Diversidade Sexual e de Gênero e a Cidadania LGBT  Coordenadora Estadual Adjunta da Aliança Nacional LGBTI+

Dia 18 de maio, terça-feira

Dia internacional dos Museus: Homenagem a profissionais LGBTQIA+

Dia 21 de maio, sexta-feira, 17h

Memes e Museologia: Ressetando sentidos

Marcados pelo fenômeno da intertextualidade, os memes tornaram-se um lugar comum não só na cultura pop da internet, mas em manifestações políticas, repertórios culturais e estratégias de linguagem. Provocadores natos, os memes e seus sentidos serão abordados nesta conversa enquanto repertórios de comunicação e também possibilidade de releitura de fatos até então fechados em suas comunidades. Ao somarem sentidos a cada compartilhamento, convidamos o jornalista e doutorando em comunicação Guilherme Popolin para nos contar um pouco mais sobre o #MUSEUdeMEMES e suas experiências e o artista plástico Gabriel Almeida, que trabalha com a pintura de imagens virtuais correntes como os memes, questionando questões vistas como banais nas quais seu trabalho se aprofunda criticamente sobre estes conteúdos. A conversa será mediada por Ellen Nicolau e integra a Semana Nacional de Museus, que tem como tema este ano discussões em torno do futuro dos museus: recuperar e reimaginar. E aí, vocês vem imaginar este futuro com a gente?

Gabriel Almeida,  artista plástico, participou da exposição Ressetar inaugurada em 2020 no MDS

Guilherme Popolin, jornalista, doutorando em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal Fluminense (PPGCOM-UFF). Associado ao Laboratório de Comunicação, Culturas Políticas e Economia da Colaboração (coLAB -UFF) e ao #MUSEUdeMEMES.

Dia 25 de maio, terça-feira

Aniversário do Museu da Diversidade 

Redes Sociais
facebook.com/museudadiversidadeoficial
instagram.com/museudadiversidadesexual
twitter.com/mus_diversidade/

Museu da Diversidade Sexual (MDS)
Estação República do Metrô, n° 24. R. do Arouche – República. São Paulo (SP)

(O museu está localizado dentro da Estação República do Metrô, atrás da bilheteria. Piso Mezanino, loja 518)

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.