GAY BLOG BR by SCRUFF

Primeiro equipamento cultural da América Latina relacionado à temática LGBTQIA+, o Museu da Diversidade Sexual foi criado em maio de 2012 e é uma instituição vinculada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. Com missão de preservar o patrimônio sócio, político e cultural da comunidade LGBT+ brasileira através da coleta, organização e disponibilização pública de referenciais materiais e imateriais, o MDS) comemora seu nono aniversário.

Alguns dos destaques da programação deste mês comemorativo são uma roda de conversa sobre saúde de mulheres LBT (6 de maio, quinta-feira, 19h), live comemorativa do Dia Internacional dos Museus (18 de maio, terça-feira), o bate-papo “Memes e Museologia: ressetando sentidos” (21 de maio, sexta-feira, 17h), com Gabriel Almeida e Guilherme Popolin e também exibições de depoimentos de museólogues LGBTs pelas redes sociais do MDS,  com o intuito de celebrar essa data.

O mês também será marcado pelo lançamento do primeiro livro do Museu da Diversidade Sexual, intitulado de “Páginas de Transgressão”. A obra é sobre a história da imprensa das sexualidades dissidentes no Brasil e mostra a relevância da imprensa LGBTQIA+. Para ocasião, uma live será realizada no dia 28 de junho (segunda-feira), aniversário do MDS.

“O livro foi organizado pelos professores Paulo Souto Maior e Fábio Ronaldo da Silva, compila importantes trabalhos de pesquisadores LGBT+ de diversas regiões do Brasil, trazendo um panorama amplo sobre diferentes épocas da produção midiática brasileira”, diz Franco Reinaudo, diretor do Museu da Diversidade Sexual.

A diretora geral Danielle Nigromonte complementa: “Temos o prazer em apresentar estas Páginas de Transgressão, uma obra que demonstra a relevância da imprensa LGBT+ na disputa por uma sociedade mais justa e igualitária, em que preze o respeito e a garantia dos direitos dessa comunidade, e por isso o nosso orgulho em realizar esta iniciativa”.

Museu da Diversidade Sexual lança livro sobre história da imprensa LGBTQIA+
Museu da Diversidade Sexual lança livro sobre história da imprensa no Brasil

Programação completa

Dia 6 de maio, quinta-feira, 19h

Mesa saúde de mulheres LBT

A mesa tem como foco abordar a prevenção da saúde sexual e mental de mulheres lésbicas, bissexuais e transexuais neste atual cenário. Teremos como convidadas Maria Leão, antropóloga, mestra e doutoranda em saúde coletiva pelo Instituto de Medicina Social da UERJ, Taiane Miyake paletrante, Glícia Brandão, psicóloga formada pela Universidade Potiguar (UnP) de Natal, que é bissexual, mãe e traz um recorte interessante de dados sobre a saúde LBT no Nordeste para essa troca. A conversa será mediada pela educadora Gabriela Augusta.

Maria Leão é bissexual, antropóloga, mestra e doutoranda em saúde coletiva. Pesquisadora em gênero e sexualidade, sua dissertação de mestrado “Os unicórnios no fim do arco-íris: bissexualidade feminina, identidades e política no Seminário Nacional de Lésbicas e Mulheres Bissexuais” (2018), analisou a formação política da identidade “mulher bissexual”.

Taiane Miyake é palestrante em Diversidade Sexual e de Gênero e a Cidadania LGBT  Coordenadora Estadual Adjunta da Aliança Nacional LGBTI+

Dia 18 de maio, terça-feira

Dia internacional dos Museus: Homenagem a profissionais LGBTQIA+

Dia 21 de maio, sexta-feira, 17h

Memes e Museologia: Ressetando sentidos

Marcados pelo fenômeno da intertextualidade, os memes tornaram-se um lugar comum não só na cultura pop da internet, mas em manifestações políticas, repertórios culturais e estratégias de linguagem. Provocadores natos, os memes e seus sentidos serão abordados nesta conversa enquanto repertórios de comunicação e também possibilidade de releitura de fatos até então fechados em suas comunidades. Ao somarem sentidos a cada compartilhamento, convidamos o jornalista e doutorando em comunicação Guilherme Popolin para nos contar um pouco mais sobre o #MUSEUdeMEMES e suas experiências e o artista plástico Gabriel Almeida, que trabalha com a pintura de imagens virtuais correntes como os memes, questionando questões vistas como banais nas quais seu trabalho se aprofunda criticamente sobre estes conteúdos. A conversa será mediada por Ellen Nicolau e integra a Semana Nacional de Museus, que tem como tema este ano discussões em torno do futuro dos museus: recuperar e reimaginar. E aí, vocês vem imaginar este futuro com a gente?

Gabriel Almeida,  artista plástico, participou da exposição Ressetar inaugurada em 2020 no MDS

Guilherme Popolin, jornalista, doutorando em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal Fluminense (PPGCOM-UFF). Associado ao Laboratório de Comunicação, Culturas Políticas e Economia da Colaboração (coLAB -UFF) e ao #MUSEUdeMEMES.

Dia 25 de maio, terça-feira

Aniversário do Museu da Diversidade 

Redes Sociais
facebook.com/museudadiversidadeoficial
instagram.com/museudadiversidadesexual
twitter.com/mus_diversidade/

Museu da Diversidade Sexual (MDS)
Estação República do Metrô, n° 24. R. do Arouche – República. São Paulo (SP)

(O museu está localizado dentro da Estação República do Metrô, atrás da bilheteria. Piso Mezanino, loja 518)

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.