Pesquisa mostra que os usuários do Tinder são mais abertos a relacionamentos inter-raciais

E partir desta terça (27), o Tinder passa a brigar pela igualdade nos emojis – para que todas as raças sejam representadas no teclado.

Os emojis são a linguagem universal da era digital. Usados para mostrar emoções, esclarecer reações e dar contexto para conversas e para representar o mundo a nossa volta. Pode parecer que existem emojijs para tudo, mas isso não é verdade.

Enquanto emojis que respeitam a diversidade e representam casais homossexuais se tornaram uma realidade em 2015, um grupo de pessoas ainda é excluída da representação por emojis: os casais inter-raciais. Não está na hora de todas os amores serem representados?

tinder
Foto: Huffington Post

Diante disso, o Tinder entrou na luta para promover mudanças e colaborar com um mundo mais inclusivo e igualitário. A partir desta terça (27), o app passa a brigar pela igualdade nos emojis – para que todas as raças sejam representadas no teclado.

É possível colaborar com a causa do #RepresentLove das seguintes formas:

  • Assine a petição Casais Interraciais no Emoji no change.org  
  • Compartilhe esse vídeo nas redes sociais e peça aos seus amigos para também propagarem a mensagem
  • Casais que compartilharem uma foto deles mesmos posicionados como emojis e marcarem o @Tinder com a hashtag #RepresentLove poderão ganhar uma versão em emoji deles mesmos

Alok está no Tinder, diz assessoria de imprensa

O Tinder acredita que todas as formas de amor merecem representação nos emojis, mas isso não é tudo – uma pesquisa recente mostrou que os encontros online e relacionamentos inter-raciais andam de mãos dadas. Na verdade, o estudo sugere que o app, e os subsequentes aplicativos de relacionamento que surgiram, podem ter reponsabilidade pelo aumento no número de casamentos inter-raciais.

Esse resultado inspirou o Tinder a ficar na linha de frente dessa demanda. Nós queremos promover uma comunidade inclusiva e diversa, com pessoas que se apoiam, independentemente das semelhanças e diferenças.

Diante disso, a plataforma encomendou uma pesquisa sobre relacionamentos inter-raciais que trouxe resultados interessantes. De acordo com ela, conhecer pessoas online expande os horizontes e abre a cabeça, já que isso permite encontrar pessoas que não fazem parte do mesmo círculo social.

Cabeça aberta, coração aberto

77% dos usuários do dizem ser mais cabeça aberta sobre as pessoas com quem se encontram. Isso representa 12% a mais do que as pessoas que não utilizam Tinder.

Nós deslizamos para a direita para a diversidade

72% das pessoas entrevistadas disseram que o Tinder é o aplicativo de encontros com mais diversidade racial. Sem mencionar que 61% das que estão atualmente um em relacionamento inter-racial usaram o app mais do que qualquer outro aplicativo ou site de encontros.

Melhor juntos

Os usuários do Tinder possuem 20% mais chances de ter um relacionamento com pessoas de outra raça do que as pessoas que não usam o Tinder (79% versus 62%, respectivamente).

Amor é amor

Apenas 37% dos usuários do Tinder declararam que raça ou etnia são um fator crítico na hora de decidir se encontrar ou não com alguém. Esse índice aumenta significativamente quando se trata de usuários de outros aplicativos – Bumble (53%) e Hinge (63%).

Siga seu coração

Mais de dois de cada três usuários do Tinder (70%) são abertos a ideia de ter um relacionamento inter-racial. Isso é quase 15% a mais do que as pessoas que não usam o Tinder, que ficaram em 53%.

O Tinder espera contar com seu apoio para divulgar essa importante causa e se coloca à disposição para comentários adicionais.

Tinder revela quais atletas receberam mais likes no app durante as Olimpíadas de Inverno

Sobre o Tinder

Lançado em 2012, Tinder é o aplicativo líder mundial para conhecer novas pessoas. Com seu alcance global, pessoas em 190 países estão clicando no coração para se conectar umas com as outras. A cada dia, mais de 26 milhões de matches acontecem no Tinder, com mais de 20 bilhões de matches até hoje. Em dezembro de 2014 o Tinder não tinha nenhum assinante e esse número cresceu rapidamente para mais de 3 milhões de assinantes hoje, colocando o Tinder no Top 5 dos aplicativos mais lucrativos globalmente.

Anúncios