GAY BLOG BR by SCRUFF

O longa-metragem “Transversais”, dirigido pelo alagoano Émerson Maranhão, está disponível desde a última terça-feira (15), na Netflix. O documentário brasileiro chega à plataforma de streaming após uma temporada de exibições no circuito comercial e em festivais de cinema nacionais e internacionais.

Cena de “Transversais” (Foto: Reprodução)

“Transversais” traz depoimentos de quatro pessoas trans que resgatam suas histórias e falam sobre seus processos de autodescoberta. O filme ainda traz a participação de uma mulher cisgênero, que conta a sua luta contra a transfobia após se descobrir mãe de uma adolescente trans.

O documentário, que esteve no Festival MixBrasil de Cultura e Diversidade, em 2021, no programa “Queer.doc”, chega ao streaming para dar mais visibilidade à comunidade trans. “Dar voz e o lugar de protagonista para pessoas trans é um trabalho de formiguinha e essa é a nossa missão. Com a ida do filme para a Netflix, nós conseguimos potencializar ainda mais esse protagonismo”, diz o diretor em entrevista ao site GazetaWeb.

Segundo o cineasta, radicado no Ceará desde o fim da década de 1990, toda a equipe está feliz com a chegada do documentário na plataforma à Netflix. “Conseguimos perceber que as intenções do filme foram cumpridas ao assistir as sessões de pré-estreia nas cidades em que o filme percorreu e ver as feições do público, ao ver as boas críticas recebidas. Eu e toda a equipe estamos empolgados com os resultados que a chegada ao streaming trará”, afirmou Émerson à GazetaWeb.

Cena de “Transversais” (Foto: Reprodução)

No último dia 17 de fevereiro, “Transversais” estreou nos cinemas brasileiros. Antes de estrear no circuito comercial, o longa sofreu censura do governo federal. Em 2019, Jair Bolsonaro debochou da produção: “Olha o tema: ‘sonhos e realizações de cinco pessoas transgêneros que moram no Ceará. O filme é isso daqui, conseguimos abortar essa missão” quando anunciou veto à captação de recursos via Ancine para projetos de temática LGBTQIA+.

Mesmo com a oposição de Bolsonaro, Émerson conseguiu financiar a produção com recursos da Lei Aldir Blanc. Desde então, “Transversais” circulou em festivais, chegou aos cinemas brasileiros e agora faz sua estreia no streaming. No elenco estão Samilla Marques, funcionária pública; Érikah Alcântara, professora; Caio José, enfermeiro; e o estudante Kaio Lemos.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)