GAY BLOG BR by SCRUFF

No último sábado (5), o apresentador Marcos Mion saiu em defesa de Linn da Quebrada no “Caldeirão”. A cantora, que é uma das participantes do BBB22 e é travesti, já ouviu diversas vezes os colegas de reality se dirigirem a ela no masculino.

Marcos Mion durante o quadro “Isso A Globo Não Mostra” (Foto: Reprodução/ Globo)

Em defesa da artista, Mion vestiu uma camiseta estampada com a foto de Linn e com a frase: “O pronome é ela, p**ra”. A peça foi usada para apresentar o quadro “Isso A Globo Não Mostra”, que fala sobre o BBB22 desde que o programa estreou.  

Mesmo não mostrando as falas contra a participante durante o “Caldeirão”, o apresentador pediu respeito à comunidade trans. Em seu perfil no Twitter, Mion postou uma foto vestindo a camiseta com a participante do reality e marcou o perfil de Linn.

Ao longo do BBB22, a artista foi chamada pelo pronome masculino diversas vezes. Eslovênia Marques já se dirigiu a Linn como “amigo”, tentou se corrigir, mas levou um basta da artista: “Não dá mais para ficar errando“.

Lucas Bissoli também deixou Linn bastante chateada durante uma festa. O participante se aproximou de Linn e Natália Deodato e disse: “Vamos dançar, vocês dois“. “Vocês dois?“, questionou a artista. Natália foi corrigir o brother e acabou se referindo a Linn como “ele” também. 

No fim de janeiro, o apresentador do BBB22, Tadeu Schmidt, defendeu Linn e deu uma aula após uma sucessão de falas transfóbicas de alguns participantes do reality. Mesmo assim, os confinados continuaram se referindo a artista no masculino.

(Foto: Reprodução)



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)