O cantor Mariano, um dos confinados em A Fazenda 12, acabou se descuidando enquanto estava se secando com a toalha e a câmera acabou registrando imagens de seu pênis. Aqueles que quiserem ver e já tiverem idade para tirar carteira de motorista, podem assistir ao vídeo aqui.

GAY BLOG BR by SCRUFF
A Fazenda 12: Câmera registra pênis de Mariano; veja
A Fazenda 12: Câmera registra pênis de Mariano – Reprodução

O vídeo foi compartilhado em perfis do Twitter dedicados a pornografia e acabou rendendo inúmeros comentários no microblog.

“Carvalhooo, será que esse Mariano tem algum defeito?” – disse Tiago do Nascimento.

“Com essa mangueira ele tá pronto para apagar o incêndio” – disse Jonatas Cavalier.

“A Fazenda” exibe quatro homens se beijando na broderagem e público reage: “Credo, que delícia”

Não foi só o Mariano que causou polêmica no reality show. A primeira festa de A Fazenda 12, que aconteceu na madrugada do último dia 12 de setembro, mostrou diversos beijos gays. Matheus Carrieri, Lucas Cartolouco e Juliano Geglia trocaram selinhos entre si. Biel, no celeiro, decidiu tirar a calça de Cartolouco, abriu seu bumbum dizendo “Olha esse ** peludo”.

A Fazenda 12: Record mostra homens dando beijo e Biel tirando a calça de Cartolouco; veja
Reprodução

O que mais impressionou os twitteiros foi o fato da Rede Record, conhecida por seus posicionamentos conservadores, ter mostrado tudo, apenas censurando a exposição do caneco de Cartolouco com uma tarja preta.

Nas redes sociais houve grande repercussão da festa, sendo que muitos que assistem a emissora resolveram acionar o bispo Edir Macedo. A hashtah #BielExpulso entrou nos trending topics. Muitos acusaram o cantor de assédio, considerando que o colega estava deitado e a atitude foi feita sem o consentimento de Cartolouco.

JP GADELHA TEM PARTE ÍNTIMA APALPADA 

Nos primeiros dias de confinamento, em determinado momento, o cantor Biel brincou outro confinado, JP Gadelha: “Cuidado com a cobra”. Gadelha secundou: “Onde?!”. Foi aí que Biel disse “aqui”, pegando no pênis de Gadelha. Jojo Todynho também aproveitou a intimidade do confinamento, em outro momento, e também passou a mão no órgão genital do bombeiro militar.

A atitude de ambos foi considerada um assédio por boa parte do público nas redes sociais, que questionou se fosse o inverso: “Se um homem pegasse nas partes íntimas da mulher, seria um problema”, disse um usuário no Twitter.

A Fazenda 12 estreou no último dia 8 de setembro de 2020 e é apresentada por Marcos Mion. Com 20 participantes confinados em Itapecerica da Serra, a nova edição do reality show não divide os participantes em grupos devido a pandemia do coronavírus. Devido ao covid-19, os participantes são informados sobre as atividades por meio de a visões em telões da sede, e não com fichas de papel como era até então.

Além disso, a nova temporada tem patrocínio do TikTok e, portanto, os peões terão um “Espaço TikTok” para produzir conteúdos direcionados a rede social. Evidentemente, eles não conseguem receber nenhuma informação vinda do exterior. Já Mion aparecerá presencialmente apenas para os participantes nas provas, porém em uma distância significativa.

Festas, atrações e outros serão virtuais. Vale dizer que, além das acusações de assédio, o Lucas Cartolouco foi acusado de gordofobia. Em uma conversa com Juliano Ceglia, ele disse que a Jojo Todynho devesse fazer uma cirurgia bariátrica: “Tem uns corpos muito bonitos aqui, cara, umas meninas muito bem-cuidadas. Mas vem cá….Você ão acha que ela [Jojo Todynho] deveria fazer uma bariátrica? Não é perigoso, não?”. Em resposta, Juliano disse: “Não sei, cara. Tá pesado alí, tem que avaliar a situação”.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".