GAY BLOG BR by SCRUFF

Santo Legaliza (PSOL), de 38 anos, é candidato a deputado federal em São Paulo. YouTuber, ele é bissexual, não binário e morador da capital paulista. O estudante de pedagogia tem como sua principal pauta a legalização da maconha.

“Lidar com o preconceito ainda tão arraigado na sociedade, mesmo na esquerda, e mesmo entre as pessoas que consomem maconha ainda há um grande preconceito relativo à sexualidade e ou à identidade de gênero, que muitas vezes se traduz em falas ofensivas”, pontua ele.

Sua entrada na política tem como motivação a violência, guerra às drogas e a homotransfobia. “Qualquer manifestação de individualidade que não conforme com a héterocisnormatividade enfrenta um desafio adicional ao buscar o reconhecimento dentro de uma sociedade ainda tão calcada em discriminações”, afirma Santo, que é um dos entrevistados da semana no especial “Eleições 2022“, do Gay Blog BR.

Santo Legaliza, candidato a deputado federal pelo PSOL de SP (Foto: Reprodução/ Instagram)

Confira na íntegra a entrevista com Santo Legaliza

GAY BLOG BR: Qual a sua formação e trajetória profissional?

Santo Legaliza: Cursei Engenharia por três anos mas não terminei. Me formei em Medicina Tradicional Chinesa e, hoje, estou no último ano de Pedagogia. Há sete anos tenho um canal no YouTube de militância pela legalização da maconha e, através dele, me mantive no último período.

GB: O que motivou a se candidatar?

Santo: Estar cansado de tanta violência, da guerra às drogas, da desigualdade social extrema e da homotransfobia.

GB: Quais os desafios enfrentados ao ser uma candidatura abertamente LGBTQ+?

Santo: Lidar com o preconceito ainda tão arraigado na sociedade, mesmo na esquerda, e mesmo entre as pessoas que consomem maconha ainda há um grande preconceito relativo à sexualidade e ou à identidade de gênero, que muitas vezes se traduz em falas ofensivas. 

Qualquer manifestação de individualidade que não conforme com a héterocisnormatividade enfrenta um desafio adicional ao buscar o reconhecimento dentro de uma sociedade ainda tão calcada em discriminações.

GB: Quais são as suas principais propostas? Há pautas exclusivamente para LGBTQ+?

Santo: A minha principal proposta é a legalização da maconha, garantindo que essa beneficie as pessoas que mais precisam, dê um fim na “guerra às drogas”, e gere recursos que sejam destinados para a reparação social nas camadas mais pobres e não somente o mercado farmacêutico.

Não tenho uma proposta detalhada para a comunidade LGBTQIA+, mas tenho direcionamentos que vou expressar na próxima resposta.

GB: Quais medidas você acredita serem necessárias para combater a LGBTfobia?

Santo: Educação é a mais importante, ensinar desde cedo o respeito às diversas identidades de gênero e sexualidades. Garantir aplicação da lei de combate à homotransfobia; Defender medidas de geração de renda e emprego para pessoas da comunidade; Criar uma ampla rede de suporte, com abrigo e alimentação para LGBT’s que são expulsas de suas casas; Garantir atendimento médico de qualidade, e que respeite as diferentes demandas que pessoas com gêneros e corpos diversos apresentam; Educação sexual livre de tabus, focada na saúde e bem estar de todes.

GB: O que você pensa sobre o uso e políticas da PrEP?

Santo: Eu acredito que o uso de PrEP seja uma medida importante para melhorar a vida de pessoas soropositivas e casais sorodiscordantes, que deve vir acompanhada de outras práticas de prevenção e de promoção de saúde.

GB: Como você avalia o governo de Bolsonaro?

Santo: Sabe aquele emoji? [merd*].

Confira a lista de candidaturas LGBTQIA+ de 2022 neste link.

Lista de candidatos LGBTQ+ nas eleições 2022 | Deputados, Senadores, Governadores




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)