GAY BLOG BR by SCRUFF

Um trisal formado por Sanny, Karina e Diego está chamando a atenção da internet. Sanny e Diego são casados há doze anos e ela sempre deixou claro que era bissexual e, por causa disso, ambos já saíram com outras meninas. No entanto, em 2019 eles sentiram a necessidade de colocar mais uma pessoa no relacionamento para dar uma “apimentada” na relação e conheceram a Karina no Tinder. As informações são do Yahoo.

“Já havíamos saído com outras meninas, porém decidimos que queríamos uma pessoa para relacionamento, e aí encontramos a Ká. Quando conhecemos ela, nossa intenção já era essa mesma, tanto que já deixamos isso bem claro no nosso perfil”, explica Sanny.

Em pouco tempo a paixão surgiu e, o relacionamento que era previamente  aberto, passou a ser a três e fechado. Em agosto, os três oficializaram a união em uma cerimônia realizada pela sexóloga Cátia Damasceno.

“A nossa missão é explicar paras as pessoas que existem várias formas diferentes de amar, trabalhamos juntos, temos um casamento de trisal, mas fechado, e esperamos aumentar a nossa família em breve”, explica Sanny.

"Muita gente acha que é bagunça", diz trisal de Brasília
Reprodução

A união poliafetiva não é reconhecida no Brasil desde junho de 2018, quando o Conselho Nacional de Justiça proibiu que os cartórios façam registros. No entanto, isso não é algo que incomoda o trisal, mas sim o preconceito que precisam enfrentar, já que Sanny e Karina relatam que sofreram dos próprios familiares e precisaram cortar relações.

“O meu pai não fala comigo depois que a gente assumiu o relacionamento, o pai da Karina também não fala com ela, dentre várias outras pessoas da família dela. A família do Diego aceitou um pouco melhor, mas algumas se afastaram”, lamenta Sanny.

“Meu relacionamento com o meu pai estamos reatando aos poucos, com o pai da Karina ainda não. Tratamos isso com terapia, né? Entendemos que às vezes os pais não querem o mesmo que nós, mas que a vida é nossa e cabe a nós decidirmos sobre isso, damos as mãos e vamos juntos, nos blindamos muito do preconceito”, completa.

Antes de terem um relacionamento a três, Sanny e Diego tiveram um filho, Miguel, atualmente com cinco anos. Sanny diz que não teme que ele sofra: “Nosso relacionamento é em triângulo, então todos se relacionam com todos, e o Miguel tem duas mamães que cuidam bastante e amam ele. Acredito que nossa história pode inspirar várias outras mulheres e casais também”.

O trisal de Brasília já têm mais de 70 mil seguidores no Instagram e também já possuem influência no TikTok.

“O poliamor é quando três pessoas ou mais pessoas se unem com o intuito de constituir família, geralmente as pessoas confundem com suingue, p8t4r14. É um relacionamento como qualquer outro, só que com mais de duas pessoas”, explicou Diego.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"