Não passe o réveillon sozinho

Ainda é possível achar sua turma, fazer amigos, encontrar companhia ou até mesmo conhecer o dating que vai deixar o ano novo muito melhor

Sim, é apenas o momento em que um calendário anual gregoriano é iniciado. Em muitas culturas ao redor do mundo (em muitas mesmo), o réveillon é comemorado de alguma maneira e, convenções e tradições à parte, é um ritual que deve ser reverenciado – e contarei o porquê. Por aqui, tive três experiências ruins por ter esnobado importância da meia-noite do dia 31 de dezembro.

Por duas vezes, dormi no dia 31 de dezembro e acordei no ano seguinte. Uma vez porque terminei um relacionamento e não queria comemorar nada; outra vez, porque estava muito cansado e capotei de sono mesmo. Em princípio, não me senti mal ou arrependido. Mas, ao voltar à rotina (aka trabalho), a consequência se instaurou fortemente. É uma sensação de que você ainda está no ano passado. Não surge aquela inspiração para começar projetos, planos, dietas e enumerar promessas (mesmo sabendo que não as cumprirá!). Os dias ficam pesados e bastante cansativos. É um sentimento constante de que você precisa de férias. Pois bem, aqui alerto: é preciso ter esse marco de divisão de calendário bem definido em seu cérebro. Não cochile antes da meia-noite e, em último caso, acompanhe a contagem regressiva pela televisão. É um ritual que sua mente precisa.

O outro réveillon ruim foi quando passei sozinho. Sozinho por opção. Ao ouvir os fogos de artifício, naturalmente começaram a aparecer várias recordações (boas e ruins), análises e sentimentos fortes. Bateu um arrependimento de não ter planejado nada para fazer, ainda que clichê. De usar uma roupa nova e comentar sobre a pirotecnia, de beber o espumante pelo gargalo com outrem, de desejar um ano bom pra quem estiver à frente. Esse réveillon em questão, ainda bem, consegui consertar: desci do prédio, comprei um espumante quente por um valor abusivo e transitei pela Avenida Paulista comemorando com gente que nunca iria ver novamente.

Para este réveillon, vamos combinar tudo direitinho? Baixe o app SCRUFF (tem para iOS e Android), interaja com os usuários sobre o que vão fazer, para onde vão e se anime. Ainda é possível achar sua turma, fazer amigos, encontrar companhia ou até mesmo conhecer o dating que vai deixar o ano novo muito melhor. Vem, gente!

1 COMENTÁRIO