GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: English

Tive a oportunidade de testar o “The Handy” que, segundo a fabricante, é “o melhor masturbador peniano”. Será mesmo? Te garanto que sim!

O The Handy se diferencia dos outros masturbadores do mercado porque o pênis fica do lado de fora em uma capa de elastômero termoplástico, que tem uma textura bem mais agradável e maleável que o silicone, ajudando também a qualquer tamanho e formato do órgão genital. Tive a sensação que estava, de fato, penetrando, sendo uma experiência bem mais realista quando comparado aos brinquedos feito de silicone.

Testei a experiência remota, onde meu namorado, através da internet, definia o movimento do masturbador, controlando a velocidade da movimentação. Segundo a fabricante, é possível fazer até 600 movimentos por minuto, com movimentos de até 11 centímetros. Mesmo ele colocando velocidade máxima, não tive nenhum tipo de desconforto, pelo contrário, quanto mais “hardcore”, melhor estava, fruto de alguns sensores que detectam a necessidade do usuário.

Além disso, também permite sincronizar com áudios ou jogos eróticos e com o aparelho de Realidade Virtual (VR), sincronizando os movimentos com filmes pornográficos, passando a sensação de que você é um dos atores. No entanto, este recurso só funciona com sites parceiros do Handy – caso tenha noção de programação, é possível criar os movimentos em cima do seu vídeo predileto.

Para lavar também é fácil, já que o material de elastômero, dando para colocar do avesso, bastando colocar em água corrente e limpar com sabão.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS 

  • Garantia: Handy vem com garantia de 1 ano para o motor, engrenagem e partes eletrônicas. O período de garantia começa no dia da compra e cobre defeitos devido a erros de fabricação ou peças com defeito.
  • Hardware: potente motor de corrente contínua sem escovas (BLDC), o Handy pode fazer até 600 movimentos por minuto, tornando-o o único no mercado com uma velocidade de impulso tão poderoso direto da fábrica; funciona com energia da tomada, assim, não precisa ter medo de ficar sem bateria em um momento “crucial”; grip facilmente ajustável: o Handy usa a tira de velcro TrueGrip para que você possa ajustá-lo ao seu tamanho; extensão do movimento sobe e desce ajustável, tendo o comprimento do movimento sobe e desce pode ser mais curto ou mais longo de acordo com sua preferência, com um comprimento completo de até 11cm; capa de TPE (elastômeros termoplásticos) fechada, tornando muito fácil para limpar e elástica para caber na maioria dos tamanhos.
  • Software: suporte interativo de vários sites de conteúdo pago, como SexLikeReal e FeelXVideos (com mais sites sendo adicionados!); movimento e velocidade ajustáveis; controle remoto com conexão de qualquer lugar do mundo; sincronização de vídeo: o Handy imita o que está acontecendo na tela/vídeo; API aberta para que desenvolvedores externos possam criar conteúdo integrado com o Handy. Já existem muitos softwares interessantes de terceiros disponíveis que qualquer pessoa com um Handy pode usar.

Handy custa R$ 1.499 e pode ser parcelado em até 12 vezes sem juros, contando com uma equipe que responde dúvidas através de um chat no site oficial ou enviando e-mail para contato@thehandy.com.br. Compradores usando o cupom da gayblogbr ganham frete expresso gratuito!

This article is also available in: English

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

REVIEW OVERVIEW
Prazer
Tecnologia
Qualidade do material
Recursos
Facilidade para higienizar
Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"