E vamos de filmes: o app de encontros Scruff está recomendando que as pessoas façam suas interações apenas no ambiente online até que a situação com o coronavírus fique sob controle. Como parte da campanha, a plataforma está disseminando links com informações sobre saúde e sugerindo hobbies caseiros.

Para esta semana, o Scruff preparou uma lista com 10 filmes LGBTQ+ para maratonar na Netflix:

PARIS IS BURNING (1991 – 1h16)

Documentário premiado no Sundance Festival que retrata a comunidade no Harlen nas batalhas de dança e a luta pela sobrevivência.

HOJE EU QUERO VOLTAR SOZINHO (2014 – 1h32)

Um novo colega de sala transforma a vida do estudante Leonardo, que é cego, e complica sua amizade com uma amiga.

I AM MICHAEL (2015 – 1h41)

O ativista gay Michael Glatze inicia uma jornada dolorosa ao decidir renunciar sua sexualidade plea religião. Inspirado em história real.

MOONLIGHT (2016 -1h50)

Um jovem tenta vencer na vida e deixar no passado as dificuldades e o preconceito por ter nascido pobre, negro e gay. O longa foi vencedor de três Oscars.

KING COBRA (2016 – 1h32)

Um produtor de vídeos pornô enfrenta dois rivais pelo contrato de Brent Corrigan.

MORTE E VIDA DE MARSHA P. JOHNSON (2017 – 1h45)

Investiga o que realmente com Marsha, mulher trans que liderou a Revolta de Stonewall.

GIRL (2018 – 1h45)

Aos 15 anos, a bailarina Lara enfrenta barreiras físicas e emocionais enquanto se prepara para a cirurgia de adequação de gênero.

JONAS (2019 – 1h22)

Atormentado por um passado turbulento, Jonas relembra seu caso de amor adolescente com o impulsivo e irresistível Nathan.

CARTA PARA ALÉM DOS MUROS (2019 – 1h33)

Documentário que narra a evolução do vírus HIV no Brasil ao longo de três décadas e mostra o estigma imposto pela sociedade.

MINHAS FAMÍLIAS (2019 – 40min)

Casado e com Filhos nos EUA, um cineasta gay documenta o processo de aceitação de sua sexualidade por sua tradicional família chinesa.

Google Notícias