Grande vencedor no Festival do Rio de 2018, o longa-metragem “Tinta Bruta” também trouxe dois Teddy Awards para o Brasil. Dirigido pelo casal de cineastas gaúchos Márcio Reolon e Filipe Matzembacher, o filme conta a história de Pedro (Shico Menegat), um jovem gay que tenta sobreviver em meio a um processo criminal, à partida da irmã e aos olhares que recebe sempre que sai na rua.

Para reforçar a diversidade no mês de junho, o Canal Brasil criou uma programação com filmes LGBT+ e neste sábado, 20, às 23h10, será exibido o longa-metragem premiado.

SERVIÇO

Tinta Bruta (2018) (118’)
Horário: sábado, dia 20 de junho, às 23h10 no Canal Brasil
Rebatida: quarta, dia 24/06, às 4h
Classificação: 18 anos
Direção: Filipe Matzembacher e Marcio Reolon
Elenco: Shico Menegat, Guega Pacheco e Bruno Fernandes
Sinopse: Vencedor dos Redentores de Melhor Filme, Roteiro, Ator e Ator Coadjuvante no Festival do Rio, além de dois troféus no Festival de Berlim: o prêmio Teddy e o Prêmio de Cinema de Arte. O filme traz à tona o tema da diversidade sexual e acompanha o cotidiano de um jovem tímido que, ao enfrentar um momento de crise, realiza shows eróticos privados em sua própria casa para grupos na Internet como forma de se libertar dos demônios pessoais.

Canal Brasil faz programação com foco no Mês do Orgulho LGBT+

Google Notícias