This article is also available in: Español

GAY BLOG BR by SCRUFF

A julgar pela cena quente de sexo gay no trailer, a nova série de Shonda Rhimes para a Netflix, Bridgerton, com estreia prevista para 25 de dezembro, terá lugar reservado para tramas queer, como notou a Out Magazine.

A criadora de Grey’s Anatomy e Scandal agora leva seus personagens para a Inglaterra do século 19, para mostrar como e elite da época – pouco afeita ao trabalho, passava os dias entre fofocas e escândalos.

Estrelado por Jonathan Bailey e apresentando a voz de Julie Andrews, a série de oito episódios segue os irmãos da rica família Bridgerton enquanto eles navegam num mundo virado de cabeça para baixo pelos escritos escandalosos de uma misteriosa Lady Whistledown (dublada por Andrews) que parece saber e revelar os segredinhos sujos de todos. Sim, é Gossip Girl e Downton Abbey, compara a Out.

Bridgerton estreia em 25 de dezembro / Divulgação Netflix

A história segue Daphne Bridgerton (interpretada por Phoebe Dynevor) em sua estreia no mercado de casamentos da alta sociedade de Londres sob o olhar atento de seu irmão mais velho (interpretado por Bailey of Broadchurch, Leonardo e Doctor Who fama). Quando ele rejeita pretendente após pretendente para ela, a debutante rica logo se torna o assunto da coluna de Lady Whistledown.

Como resultado, ela é forçada a um acordo com o rebelde Duque de Hastings (interpretado por Regé-Jean Page). As coisas se tornam ainda mais complicadas quando as faíscas começam a voar entre os dois, ainda as capturas mais elegíveis da temporada, apesar dos boatos.

A série é a primeira para Rhimes e sua produtora Shondaland sob um acordo de desenvolvimento de muitos anos com a streamer. Chris Van Dusen é o showrunner da série, que é baseada na série de livros de Julia Quinn.

Bridgerton também é estrelado por Nicola Coughlan, Claudia Jessie, Ruby Barker, Adjoa Andoh, Golda Rosheuvel, Luke Thompson, Luke Newton, Ruby Stokes, Will Tilston, Florence Hunt, Ruth Gemmell, Bessie Carter, Harriet Cains, Polly Walker, Ben Miller, Sabrina Bartlett , Martins Imhangbe e Lorraine Ashbourne.

This article is also available in: Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista pela Universidade Federal de MS, foi repórter de economia e hoje, além de colaborar para o Gay Blog, é servidor público em Joinville (SC). Escreveu ''A Supremacia do Abandono'', livro disponível em amazon.com.br.