GAY BLOG BR by SCRUFF

O espetáculo “Donna Summer Musical”, dirigido pelo autor e ator Miguel Falabella, conforme mostrado aqui no GAY BLOG BR, retorna a partir de 18 de fevereiro no Teatro Santander. O elenco conta com nomes como Jeniffer Nascimento, Karin Hils e Amanda Souza, mostrando três fases da carreira da cantora.

foto
Donna Summer – Reprodução

Alguns fatos curiosos envolveram  a carreira e vida pessoal da diva disco. Seu primeiro hit “Love to Love You Baby“, projetou Donna Summer para o sucesso, explorando uma imagem sedutora completamente oposta da cantora em sua vida pessoal.

Em 1976, após um divórcio tumultuado, Summer abusou no uso de antidepressivos após um relacionamento tóxico e não gostava da figura sexy criada pela gravadora, muito em função dos versos sensuais da canção.

Se sentindo infeliz em todos os aspectos, quando estava sozinha em seu quarto no hotel Navarro em Nova York, próximo ao Central Park, ela cogitou em se jogar da janela, mas foi impedida por uma camareira. Nascida em uma família cristã, aquele fato serviu para a cantora mudar completamente a sua vida, se convertendo à religião.

Donna Summer – Reprodução

Nos anos noventa, a diva disco se envolveu em uma polêmica quando a revista New York publicou que a cantora havia declarado que a AIDS seria uma punição divina devido ao estilo de vida imoral dos homossexuais. A suposta declaração gerou muitos protestos (principalmente de fãs), onde Summer negou a afirmação, processando a publicação por difamação, algo que foi resolvido fora dos tribunais.

Donna Summer esteve várias vezes no Brasil, se apresentando no Rio de Janeiro, São Paulo e em outras regiões. Em todos os shows, a cantora foi sempre ovacionada pelo público quando cantava Breakaway, que fez um enorme sucesso no país em 1992, apesar de a canção ter sido lançada em um LP dela de 1988.

capa
Donna Summer – Reprodução

Dona de algumas propriedades nos Estados Unidos, uma de suas mansões no Tennessee foi vendida há poucos anos, e as fotos da bela casa podem ser vista neste site.  Summer também compôs; são de sua autoria os hits: She Works Hard For the Money e Bad Girls.

No livro escrito pelo jornalista Zeca Camargo, chamado “De A-ha a U2”, em que relata seus encontros e entrevistas com os maiores nomes da música, Camargo descreve um momento embaraçoso quando a entrevistou.

foto
Foto: Harry Langdon/Getty Images

Quando houve o atentado as torres gêmeas (11 de setembro), Summer estava na cidade. Anos depois, quando foi diagnosticada com câncer de pulmão, ela costumava afirmar a pessoas próximas que a causa da doença seria a fumaça da tragédia, que chocou o mundo.

Como atriz, ela teve duas experiências: em 1978, no filme “Até que enfim é sexta-feira”, onde a música Last Dance fez parte da trilha sonora, e em 1997, quando participou da série de TV Family Matters.

foto
Donna Summer – Reprodução

Ao longo de sua extensa carreira, Summer fez diversos duetos e parcerias com Barbra Streisand, Tina Arena, Liza Minnelli, Joss Stone, Seal e outros. Dentre seus grandes sucessos no Brasil, destacam-se: Melody of Love, This Time I know It’s for Real e I Will Go with You, além é claro de Breakway, seu maior hit aqui.

As filhas Brooklyn Sudano, Bruce Sudano (marido), Mimi Dohler e Amanda Grace Sudano. (Photo by Kevin Winter/Getty Images)

Donna Summer faleceu em 2012, vítima de câncer de pulmão. Apenas sua família tinha ciência do estado de saúde. A notícia pegou todos de surpresa. Dona era casada e tinha três filhas. Após a sua morte, sua filha mais velha (do primeiro casamento da cantora) entrou em uma disputa com as irmãs pela herança da família exigindo uma fração maior.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.