Saulo Fernandes anuncia turnê ‘O Azul e o Sol’ em SP e no RJ

O terceiro álbum solo de Saulo Fernandes, “O azul e o sol” nasce do universo da palavra e seus mistérios, mergulhado na riqueza de claves, timbres e harmonias da musicalidade ilimitada da Bahia. Essa nova tour de Saulo começou em 29 de julho, em Aracaju.

Saulo Fernandes em nova turnê

Datas da turnê no Rio e em SP, dias 02 e 12 de novembro, respectivamente:

Saulo Fernandes dia 02 de novembro no Rio de Janeiro

Pré-venda para o Rio de Janeiro: bit.ly/TurnêOAEOS_RIO_ingresso

Saulo Fernandes dia 12 de novembro em São Paulo

Pré-venda para SP: https://www.ingressorapido.com.br/venda/?id=1884#!/tickets

Sobre o novo álbum

O texto de “O azul e o sol” revela os caminhos que o álbum percorre ao longo de suas 16 faixas, cujos arranjos foram concebidos por diferentes arranjadores e gravados por uma diversidade de talentosos músicos, criando, assim, uma variedade de ambientes nos quais as palavras podem se manifestar e proporcionar sensações únicas.

Idealizado por Saulo, produzido pelo músico e amigo Adriano Gaiarsa e realizado pela Rua 15 Produções, “O azul e o sol” traz ainda o talento, a criatividade e o carinho de grandes artistas da Bahia, entre eles, Lazzo Matumbi na faixa “Ancestral”; Danny Nascimento na faixa “Mó”; Luciano Calazans nas faixas “Lábios Vermelhos” e “Ponte, casa e flor”; Fábio Rocha nas faixas “A gente leve”, “Vida labirinto” e “Sol em festa”; Gigi na faixa “Mó”; os Skanibais na faixa “Mundo da lua”; Felipe e Gabi Guedes na faixa “Ancestral”; e o grupo Muliere na faixa “Ponte, casa e flor”. Também há outros parceiros e compositores, a exemplo de Márcio Mello, Lau, Dom Chicla, Gerônimo, Ênio Taquari, Renan Ribeiro e mais músicos da sua banda. Essa reunião de forças tem como resultado um álbum que homenageia a cultura baiana, a vida e, sobretudo, o amor.

O disco foi gravado, mixado e masterizado no JS Estúdio durante o período de junho a outubro de 2016, em Salvador. Com direção artística do próprio Saulo e direção executiva de JR, a produção musical ficou a cargo de Adriano Gaiarsa. O álbum vou lançado em maio deste ano.

A carreira

Saulo nasceu no dia 09 de setembro de 1977 na cidade de Barreiras, interior baiano. Por influência da família materna, conheceu a música muito cedo. Aos 10 anos de idade, graças ao incentivo do seu tio Bosco Fernandes, ele fez sua primeira participação numa apresentação em público, em um trio elétrico na cidade de Barreiras (BA). Aos 14, gravou o primeiro disco em formato LP. Aos 18, morando em Vitória (ES), criou a banda Mukeka e começou a ganhar experiência puxando blocos em trio elétrico pela primeira vez. Logo depois, voltou para a Bahia cheio de inspiração e montou a Banda Chica Fé, com a qual gravou o CD “Querer” e comandou seu primeiro Carnaval na Bahia, no ano de 2001.

Com o trabalho cada vez mais reconhecido, Saulo foi convidado em 2002 a comandar a tradicional Banda Eva. Levou com ele os músicos da antiga banda, imprimindo sua identidade a cada novo trabalho. Com carisma e talento, conquistou não só os fãs do Eva, mas também milhares de novos fãs por todo país.

Após 11 anos, seis CDs, três DVDs gravados, ganhando os prêmios de Melhor Cantor pelo segundo Carnaval consecutivo e o Prêmio da Música Brasileira na categoria Canção Popular – Grupo, pelo álbum duplo CNRT, Saulo despede-se do Eva e começa sua carreira solo. Em 2014 gravou “Saulo ao vivo”, sucesso que foi seguido por “Baiuno”, em 2015. agora, depois de quase dois anos compondo e fazendo música com vários parceiros, Saulo laça “O azul e o sol”.