GAY BLOG BR by SCRUFF

Um dos gêneros mais ouvidos do Brasil, o sertanejo vem ganhando, nos últimos tempos, uma configuração cada vez mais inclusiva. Se para muitos é difícil imaginar uma drag queen ou um artista não binárie cantando uma sofrência, uma turma poderosa de artistas se reuniu e está trabalhando diariamente para mudar esta ideia. Para o movimento chamado “Queernejo” o sertanejo não precisa ser lugar e vitrine somente para homens héteros e mulheres empoderadas, em sua maioria também héteros. Dá pra ter espaço pra todo mundo.

O queernejo é uma espécie de subgênero dentro da potência que é o mercado sertanejo, trazendo um conteúdo com mais diversidade para um ambiente pautado pela heteronormatividade, em que o machismo e a homofobia, infelizmente, estão muito presentes.

Em 2020, com a pandemia do covid 19 impedindo a realização de shows e eventos, os artistas se uniram e produziram o Fivela Fest, primeiro festival Queernejo do Brasil. Idealizado e comandado por Gabeu (cantor, compositor e filho de um ícone do sertanejo, Solimões) e Gali Galó (cantore e compositore). Apesar de novo, o Fivela Fest já contou em sua primeira edição com a participação de diversos artistas queer. Além dos próprios idealizadores, também estavam lá Zerzil (artista não binarie), Alice Marcone (primeira mulher trans do gênero), Reddy Allor (drag queen) e Bemti.

Já está disponível nas plataformas musicais o novo single de Zerzil e Gabeu, “Casinha no Sertão”. A faixa, que também ganhou clipe, integrará o álbum “Queernejo”, de Zerzil, gravado no próprio Fivela Fest. Será o terceiro single do projeto. A inspiração para a criação de “Casinha no Sertão” surgiu durante a quarentena, enquanto Zerzil jogava Minecraft, um dos seus passatempos favoritos neste período de isolamento.

Os lançamentos dos artistas do Queernejo estão a todo vapor. Recentemente, o coletivo foi convidado para integrar uma playlist oficial na Deezer em homenagem ao mês do orgulho LGBTQIA+. A playlist leva o nome do movimento e foi uma sugestão de parceria da própria plataforma. Todos os dias novos artistas LGBTQIA+ descobrem o movimento e se encorajam a fazer lançamentos no sertanejo. Além da parceria com a Deezer, durante toda esta semana do orgulho, o queernejo é destaque dentro da plataforma Resso, com direito a playlists criadas por todos os artistas do movimento e publicações nas redes sociais da Resso Brasil.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista pela Universidade Federal de MS, foi repórter de economia e hoje, além de colaborar para o Gay Blog Br, é servidor público em Joinville (SC). Escreveu ''A Supremacia do Abandono'', livro disponível em amazon.com.br.