GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: Español

Uma bandeira de 10×15 metros do Reino Unido, customizada com as cores do arco-íris, abriu caminho para a 26ª Parada LGBT de São Paulo, que aconteceu presencialmente, após dois anos, na Avenida Paulista. A participação dos órgãos Visit Britain, British Council e Embaixada do Reino Unido no evento concretiza os contínuos esforços do país europeu em construir, no Brasil e no mundo todo, laços de confiança e compreensão por meio de seus programas, intercâmbio de ideias, defesa da liberdade de expressão de artistas e organizações LGBT+ e a consciência dos direitos humanos.

Foto: Victor Miller

Representando o Reino Unido, a embaixadora Melanie Hopkins esteve no evento e subiu ao trio elétrico da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT-SP) para ressaltar a importância do pela igualdade no Brasil. Momentos antes da Parada, o GAY BLOG BR se reuniu para conversar com Hopkins e com o vice-chefe de missão do Reino Unido, Chris Wright, e ambos explicaram sobre a importância da comunidade em ocupar espaços de poder.

Chris Wright e Melanie Hopkins. Foto: Vinícius Yamada

“É muito importante a ideia de representatividade em todos os níveis”, disse Hopkins, “e para nós (Reino Unido), a pauta LGBT é uma questão de direitos humanos, um direito fundamental. Por isso é tão importante usar nossa diplomacia e espaços internacionais para criar espaços e apoiar iniciativas locais. Aumentar os espaços é desafiador em alguns lugares. É importante criarmos parcerias e avançar. Isso não significa que seja uma linha reta, mas precisamos ter um comprometimento para seguir apoiando”.

Hopkins explica que, pelo fato de ser mulher, ela geralmente é a única em salas de reuniões com pessoas que ocupam espaços de poder, mas que há uma visível transformação social. “Sou diplomata do Reino Unido há 22 anos e já trabalhei em vários países e sempre tive muito interesse no Brasil e na corporação entre o Reino Unido e a América Latina (…) Tanto lá quanto aqui, eu muitas vezes sou a única mulher em salas de reuniões, ou então a mulher é aquela que está ‘servindo o café’. Por isso é uma honra para eu ocupar este espaço, e atualmente, cerca de 30% dos embaixadores do Reino Unido são mulheres”.

Chris Wright e Melanie Hopkins. Foto: Vinícius Yamada
Chris Wright e Melanie Hopkins. Foto: Vinícius Yamada

Chris Wright tem uma visão similar e, sendo um homem gay, explica que vivenciou muitos dos desafios que os LGBTs passam: “Eu acho que a representatividade é a coisa mais importante para transformamos toda a sociedade. Eu, quando adolescente, tinha um pai homofóbico, uma mãe muito religiosa, e por isso nunca imaginei que eu poderia chegar a ser um diplomata. Eu entrei no serviço diplomático há 18 anos e passei por vários países,
incluindo a Filipinas onde conheci o meu namorado. Estive nos Estados Unidos, Iraque
e agora estou no Brasil. Quanto mais pessoas ocuparem espaços de poder, mais mudanças positivas teremos para o futuro da sociedade”. 

Wright explica que as mudanças culturais, via de regra, são um processo bastante demorado. No entanto, há pontos específicos em que as coisas mudam mais rapidamente. “No Reino Unido, a maioria das pessoas eram contra o casamento homoafetivo até três anos atrás, e houve uma mudança radical no pensamento da população […] Aqui, no Brasil, há muita violência, em especial contra pessoas trans, algo que não acontece no Reino Unido. Então as lutas são um pouco diferentes, mas a força do movimento é a mesma em ambos os lugares”.

Guia para inspirar viagens LGBTQIA+ à Grã-Bretanha

Recentemente, o órgão VisitBritain, agência oficial do governo do Reino Unido encarregada da promoção da imagem de destinos da Grã-Bretanha e da indústria do turismo, lançou um guia de viagens para a comunidade LGBTQIA+ do Brasil para inspirar futuras viagens à Inglaterra, Escócia e País de Gales. O documento poder ser baixado gratuitamente neste link.




This article is also available in: Español

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"