GAY BLOG BR by SCRUFF

Uma das participantes mais conhecidas da 21ª edição do Big Brother Brasil, a baiana Lumena Aleluia foi largamente citada por anônimos e famosos durante os primeiros meses do ano: ou por suas atitudes no reality show ou por seus feats de gírias com vocábulos acadêmicos ou por suas frases viraram memes.

Após o bombardeio de informações que recebeu após o BBB, centrada, a ex-BBB não fugiu de nenhuma celeuma durante esta entrevista para o GAY BLOG BR, respondendo com serenidade as questões mais delicadas da sua marcante participação no programa.

foto
Reprodução: Lumena Aleluia

Como foi ler os comentários sobre você nas redes sociais após o programa? Foi muito além do que você imaginava?

Foi um choque ler a quantidade de comentários após a minha saída. Como eu não utilizava muito as minhas redes sociais, no primeiro momento me assustei. A nível de curiosidade, só para você saber a minha relação com o on-line, a minha companheira criou o meu Twitter durante a minha participação no programa. Logo, quando eu saí, tive que aprender a mexer em tudo. Mas, eu te falo que ler os comentários foi um processo muito complexo. Por um lado, haviam pessoas dispostas a me mostrar os meus erros e ensinar, mas por outro, existiam pessoas que usavam deste espaço do “cancelamento” para promover mensagens racistas, homofóbicas, xenofóbicas e machistas. Foi um processo muito intenso!

Haters ainda existem? Como lida com eles? Como estão os comentários atuais sobre você?  

Existem muitas pessoas que criticam a minha postura e buscam dialogar sobre elas. Gosto deste processo de aprender com os erros! Mas, quando falamos de haters, o negócio fica complexo. Atualmente, a minha equipe tem me ajudado muito nesse processo de filtro nas redes. Às vezes me deparo com um ataque ou outro, mas logo tento priorizar as pessoas que estão abertas a me acolher. Eu não vou dar espaço para o ódio enquanto existem pessoas que querem me trazer amor.

É verdade que você e sua namorada sofreram ameaças de morte?    

Sim. Falar sobre esse tema é um processo muito doloroso. A minha parceira sofreu ameaças gravíssimas durante a minha participação no programa. E não somente ela! A minha família foi perseguida pelos comentários e alvo de muitas agressões virtuais.

foto
Reprodução: Lumena Aleluia

Você se arrepende de ter participado do reality?

Eu não me arrependo de participar do programa, mas sim de como conduzi a minha participação nele. Entrei carregada com muitos monstrinhos internos e não consegui controlar os meus sentimentos. Estava em uma fase muito complexa da minha vida e, infelizmente, tive aquela performance.

Na sua opinião, qual foi o seu maior erro dentro do BBB? E qual foi o maior aprendizado após ter saído do reality e ter visto algumas cenas suas no programa?

O meu maior erro dentro do BBB foi não ter dançado mais. Não ter me divertido mais! Infelizmente, estava com um sentimento de furacão de um lado para o outro. Eu acabei conhecendo uma “Lumena” que antes não conhecia e, inclusive a minha parceira, disse que me desconhecia nas telas da televisão. O maior aprendizado foi aprender a controlar as minhas emoções e resolver os meus problemas internos sem afetar as pessoas à minha volta. O programa antecipou 3 anos de análise (risos).

Você acha que militou errado ou exagerou em alguma militância?

Exagerei nas teorias e na leitura de pessoas ao longo do jogo.

foto
Reprodução: Lumena Aleluia

Você acha que a emissora deu um respaldo maior à Karol Conká após a eliminação, se comparar a sua saída e com a de Nego Di?

Eu não consigo opinar sobre esta pergunta. Como ainda estou em um processo de autoanálise, não posso pressupor coisas sobre o trabalho coletivo. Acredito que todos estão buscando suas formas de se inovar e se redimir. Em meu caso, a emissora tem dado todo o suporte após a minha eliminação e através de um diálogo coletivo, fechamos entrevistas e participações.

Você tem planos de se desculpar com alguém aqui fora? Caso sim, quem seria?  

É mais fácil você me perguntar com quem eu não vou me desculpar (risos), porque sim! A minha lista de pedir desculpas está grande. Já venho me redimindo publicamente nas redes sociais, mas acredito que é necessário um papo particular sobre as coisas que ocorreram no programa. Quero de fato me desculpar pelas minhas falhas e equívocos.

Para quem você está torcendo no jogo?  

Gil do Vigor! Vamos de cachorrada!

foto
Reprodução: Lumena Aleluia

E sobre militância, você continua firme em prol das minorias ou está numa fase de “descansar a militância”?

Nós não podemos resumir as minhas lutas ou as reivindicações coletivas de um determinado grupo pela minha participação no programa. As minhas causas vão além disso! Continuo firme no apoio às causas, mas busco outras formas para colaborar com os movimentos.

Algum projeto de empoderamento ou militância?

Tem novidades incríveis vindo por aí! Não posso contar por enquanto (risos).

Você ‘pediu as contas’ do último trabalho, pretende solicitar novamente a vaga? E você tem sido bastante elogiada pelo conteúdo que anda produzindo nas redes sociais, como influencer. Qual seu plano profissional de agora em diante?

No momento, estou priorizando o meu processo de criação! Tenho gostado de explorar as redes sociais e conhecer mais sobre esse mundo on-line. De fato, é um cenário novo e estou me permitindo entrar nessa onda. Vejo que as pessoas têm gostado e estou muito feliz. Vamos ver onde conseguimos chegar nessa jornada, né? (risos).

Para acompanhar Lumena nas redes sociais:

Instagram: @Lumena.Aleluia
Twitter: @LumenaAleluia

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.