O pugilista britânico James Hawley, 21, teve seu contrato rescindido com a MKT Global após discurso homofóbico em sua conta TikTok. A MTK Global (Mack The Knife Global) é umas das principais agências esportivas do segmento e já teve contrato assinado com estrelas como Tyson Fury, Billy Joe Saunders, Josh Taylor, Carl Frampton e Terry Flanagan.

- CURTA A PÁGINA DO FACEBOOK -
James Hawley, 21
James Hawley – Reprodução

Na rede social chinesa, o peso-médio fez uma live para responder perguntas de fãs. Ao ser perguntado se apoiava a comunidade LGBT+, o lutador respondeu: “Mil, um milhão por cento não concordo com nada disso. Até entendo que mulheres queiram ficam com as outras em festas e tudo mais. Eu não ligo, não é um problema, elas podem fazer isso na minha frente. Mas homens e transexuais: tem algo realmente errado com vocês. O que no mundo faz você querer mudar seu gênero ou dar o toba?. O que vocês estão fazendo? Eu tenho dó de seus familiares”.

Reprodução

Após o vídeo ser viralizado através do perfil de Baga Chipz, ex-participante do Drag Race UK, internautas foram ao Instagram da MKT Global cobrar posicionamento. A empresa acabou respondendo a um usuário: “Tomamos a decisão de encerrar o contrato do Sr. Hawley com a MTK Global de forma imediata e não mais irá representá-lo de nenhuma forma. A MTK Global não apoia ou permite em nenhuma instância as opiniões que foram compartilhadas e esse tipo de comentário não será permitido jamais de nenhum de nossos lutadores”.

Após o episódio, o boxeador deletou sua conta no TikTok e fez uma série de Stories no Instagram dizendo que considera a decisão injusta e unilateral

Jeff “The Tank” Ludwig, o primeiro lutador brasileiro de MMA que revelou ser gay

Google Notícias